Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/8358
Título: Dose e qualidade da imagem em tomografia computorizada
Autor: Coutinho, Ana Margarida de Mendonça
Orientador: Teixeira, Nuno José Coelho Gomes
Trindade, Hugo Miguel Reis
Palavras-chave: Tomografia computorizada
Computed tomography
Qualidade da imagem
Image quality
Controlo da qualidade
Quality control
Dose
Data de Defesa: 5-Jan-2018
Editora: Instituto Superior de Engenharia de Lisboa - Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa
Citação: COUTINHO, Ana Margarida de Mendonça - Dose e qualidade da imagem em tomografia computorizada. Lisboa: Instituto Superior de Engenharia de Lisboa - Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa, 2018. Dissertação de mestrado.
Resumo: A Tomografia Computorizada é uma técnica de radiodiagnóstico por imagem, cada vez mais utilizada na prática clínica e, que tem proporcionado muitos benefícios ao nível do diagnóstico e da terapia na saúde. No entanto, é preciso ter em atenção as doses significativas a que os pacientes são expostos, quando submetidos a este tipo de exame. Com a crescente evolução tecnológica, tem-se verificado, em Portugal, um aumento do número de equipamentos e de exames de Tomografia Computorizada ao longo dos anos. Em 2008, estima-se terem sido realizados 1,1 milhões de exames de TC e, em 2014, aproximadamente 1,6 milhões de exames. [1] O principal objetivo deste trabalho foi caraterizar a dose e a qualidade da imagem em 180 equipamentos de tomografia computorizada existentes em Portugal. Foram efetuadas 330 intervenções em várias instituições de saúde, distribuídas tanto pelo continente como pelas ilhas. Testou-se e fez-se uma avaliação dos números de TC, das espessuras de corte, da resolução de baixo contraste, da resolução de alto contraste, da uniformidade, do ruído, e do índice de dose em tomografia computorizada destes equipamentos e elaborou-se uma caracterização nacional do parque tecnológico português de TC. Os números de TC foram analisados em quatro materiais, com diferentes densidades, cujos valores médios de TC obtidos foram: 996 HU (Ar), -954 HU (Teflon), -120 HU (Acrílico) e -97 HU (LDPE). A resolução espacial e a resolução de baixo contraste foram analisadas de acordo com a tensão de aquisição, a corrente, a espessura de corte, o FOV e o kernel. Relativamente, ao estudo da dose, efetuaram-se medições com um fantoma de cabeça e um fantoma de corpo. Com isto, para uma tensão de 80-90 kV obteve-se ~15 mGy para o estudo da cabeça e ~7 mGy para o corpo. Quando se aumentou a tensão para 130-140 kV, o valor médio de dose obtido foi de ~48 mGy (cabeça) e ~25 mGy (corpo). Os resultados mostraram que o parque tecnológico português é vasto e que se encontra em mais de 95% conforme em matéria dos testes efetuados. Verificou-se que os valores obtidos são bastante aceitáveis e congruentes com os encontrados no estrangeiro. Com o uso de protocolos de TC apropriados e otimizados, pode-se garantir a minimização da exposição das populações à radiação e assegurar-se uma boa qualidade diagnóstica.
Computed tomography is an imaging radiodiagnosis technique, which is increasingly being used in clinical practice and it is given great benefits in terms of diagnostics and therapy. However, it is necessary to closely monitor the significant dose to patients that are exposed. The technological evolution and the proliferation of CT scanners in Portugal increased significantly the number of CT exams. In 2008 were performed 1.1 million CT exams and later in 2014 there were 1.6 million. [1] This study aims to analyze dose and image quality data gathered from 180 distinct computed tomography systems, which represents 330 quality control interventions performed in Portuguese national health units (mainland and islands) between 2014 and 2017. It was studied seven main parameters: CT numbers, slice thickness, low and high contrast resolution, uniformity, noise and computed tomography dose index (CTDI). In order to verify the CT numbers, four materials with different densities were analyzed and the mean CT numbers obtained were: -996 HU (Air), -954 HU (Teflon), -120 HU (Acrylic) and -97 HU (LDPE). The spatial resolution and low contrast resolution were determined according to tube voltage, current, slice thickness, FOV and kernel. The mean noise obtained was 1,1% and for uniformity was -1,6HU. Dose measured in head and body scan techniques, with a voltage of 80-90 kV at 200 mA and 10 mm slice thickness was ~15 mGy and ~7 mGy, respectively. When the voltage was increased to 130-140 kV, the mean values obtained were ~48 mGy (head) and ~25 mGy (body). The results show that despite the large variety of CT equipment and manufactures in Portugal, more than 95% of them passed the testes performed. The results of the quality control tests were very satisfactory and were congruent with the results in foreign studies. Using appropriate and optimized CT protocols, it is possible to ensure a decrease of patient dose assuring the good quality of the medical images.
Descrição: Dissertação final de mestrado para obtenção do grau de mestre em Engenharia Biomédica
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/8358
Aparece nas colecções:ISEL - Eng. Quim. Biol. - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação.pdf24,15 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.