Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/9294
Título: O recurso ao movimento como ferramenta no desenvolvimento da técnica vocal em coros infanto-juvenis
Autor: Cerejo, Marcos Lara Mota
Orientador: Lourenço, Paulo
Marques, Manon de Oliveira
Palavras-chave: Movimento
Gesto
Vocalidade
Movement
Gesture
Vocality
Activities
Data de Defesa: Set-2018
Editora: Instituto Politécnico de Lisboa - Escola Superior de Música de Lisboa
Resumo: Resumo I (Prática Pedagógica) - O Estágio do Ensino Especializado realizado no ano de 2017/2018 teve protocolo com a Academia de Amadores de Música, onde foi elaborado com duas turmas. A terceira turma foi o Coro dos Pequenos Cantores da Pontinha. O trabalho desenvolvido com estas três turmas teve como base o movimento corporal, duma forma puramente sensorial. Nunca mencionei a razão pela qual utilizei movimento em todas as aulas. Este recurso foi estimulado e usado em forma de atividade de grupo ou como ferramenta na resolução de problemas de cariz vocal. Na prognose do ano, previa alguma resistência e/ou desconforto na execução das mesmas por parte dos alunos. No entanto, foi surpreendente a sua recetividade e a evolução musical e pessoal dos mesmos. Por motivos académicos, aliei o estágio à investigação, onde procurei validar este recurso através da pesquisa bibliográfica. Em paralelo, delineei um fio condutor de trabalho para o ano letivo que me permitisse, no final, averiguar o gosto e o à-vontade dos alunos relativo ao movimento, através de questionários. A realização deste estágio possibilitou-me refletir e ter um espírito crítico sobre a minha docência juntamente com os comentários do professor da Unidade Curricular de Didática do Ensino Especializado. Esta atitude permitiu-me modificar vários aspetos da minha abordagem no decorrer do ano. Após conclusão, sinto que a realização deste estágio me fez evoluir enquanto professor e enquanto músico. O planeamento das aulas, das atividades, dos movimentos para cada exercício vocal e/ou atividades e a reflexão das mesmas construíram um caminho de sucesso na aprendizagem dos alunos. Ainda assim, o olhar crítico sobre a minha docência é e deverá ser uma constante, para que possa continuar a melhorar a minha prática profissional.
Resumo II (Investigação) - A investigação realizada tinha como objetivo validar o recurso ao movimento como ferramenta no desenvolvimento da técnica vocal nos coros infantojuvenis. Através da revisão bibliográfica foi possível encontrar consenso entre vários autores (músicos, maestros, professores e filósofos) relativamente aos benefícios do seu uso. Estes autores afirmam que o uso do movimento exponencia a musicalidade e desenvolve a técnica vocal, quando bem utilizado. Após um ano letivo de trabalho sensorial com movimento nas três turmas do estágio, os sessenta e nove alunos responderam a um questionário que pretendia determinar o seu gosto no uso de movimento e o à-vontade com o mesmo. As respostas possibilitariam ainda conferir a praticabilidade dos exercícios e das atividades realizadas. Através dos resultados, foi possível aferir que a grande maioria dos participantes gosta de cantar com movimento e se sente à vontade na execução das atividades. Pela análise de dados, depreende-se que a consciência corporal foi um dos fatores mais relevantes nesta investigação. Quanto ao baixo número de respostas negativas acerca do gosto na realização de movimento, deverei direcionar a minha atenção e esforços futuros para cativar e motivar esses alunos. No entanto, estes valorizaram o recurso enquanto ferramenta de desenvolvimento musical e vocal. Para todos os efeitos, esta investigação pode ser um ponto de partida relevante para os profissionais da área que utilizam pouco ou nada este recurso. Concluiu-se que através duma preparação cuidada, variada e desafiante, o professor consegue cativar os alunos através de atividades que estimulam o desenvolvimento musical e emancipam a técnica vocal.
Abstract I (teaching) - The internship occurred in the academic year between 2017 and 2018 in Academia de Amadores de Música, where two classes were selected. To complement the study, the Coro dos Pequenos Cantores da Pontinha was chosen as the third participant. The work developed throughout the year was based on physical movement, strictly in a sensory way. The reason why I did movement-based classes was not mentioned throughout the year. This tool was practiced with the students and used in the form of group activities and to solve problems in vocal technique. In my prognosis of the school year, I expected some resistance and incommodious feelings towards its use. However, I was surprised by the musical development and to see how receptive the students were. For academic reasons, I combined my teaching with the investigation, where I then tried to validate my strategy through literature. At the same time, I planned a work method for the school year that would give me data about the receptivity and the ease of the students, through surveys. By doing this internship, I was able to reflect on my teaching. My critical view was further developed by the comments from my ‘Didática do Ensino Especializado tutor. These considerations allowed me to adapt some aspects of my teaching throughout the year. In the end, I feel that this internship has made me evolve both as a teacher and as a musician. The planning of the classes, the activities, the movement strategies for vocal exercises and its considerations built a successful path towards the student learning process. However, thinking about my teaching is and must be a continuous act, so that I can constantly develop my approach towards the profession.
Abstract II (research) - The main purpose of this research is to validate the use of movement as a prolific tool that helps to develop vocal skills in both children and youth choirs. Many musicians, teachers, choral conductors and philosophers agree that the use of movement enhances musical abilities and helps develop vocal skills, particularly when well prepared and implemented. After a year of doing sensory work with the three participating classes, the sixty nine students completed a questionnaire that provided me with information about their receptivity and ease in using movement. Plus, the results would show how convenient the movement was. The analysis reveals that the majority of the students like to use movement and feel more comfortable as a result. The results also show that self-conscious bodymapping was a major aspect of this work. My efforts will now turn towards the students who responded negatively to the questionnaire. I shall explore further ways through movement-based activities to motivate and enlighten them. Nevertheless, they value the use of movement and its benefits. This research may be the starting point for other teachers who do not currently use movement, or use very little of it in their classes. With proper preparation, the teacher can captivate their students by movement-based activities that are proven to enhance musical and vocal skills.
Descrição: Relatório de Estágio - Mestrado em Ensino da Música
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/9294
Aparece nas colecções:ESML - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Relatório de Estágio - Marcos Cerejo 2010363.pdf1,67 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.