Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/5451
Registo completo
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.authorLança, Carla Costa-
dc.contributor.authorFernandes, Nádia-
dc.contributor.authorPlácido, Susana-
dc.date.accessioned2015-12-28T22:49:13Z-
dc.date.available2015-12-28T22:49:13Z-
dc.date.issued2015-11-
dc.identifier.citationLança CC, Fernandes N, Plácido S. Nistagmos: da avaliação ao tratamento. In VII Encontro Nacional das Ciências e Tecnologias da Saúde, ESTeSL, 12-14 de novembro de 2015.pt_PT
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10400.21/5451-
dc.description.abstractO nistagmo consiste num movimento periódico e involuntário dos olhos de causa idiopática ou associado a defeitos do sistema visual aferente, como o albinismo, distrofias congénitas retinianas ou outras disfunções da retina (acromatopsia e cegueira noturna estacionária congénita), atrofia ótica congénita, hipoplasia do nervo ótico ou cataratas congénitas. Pode manifestar-se como entidade isolada ou associado a estrabismo. Existem diferentes mecanismos compensatórios que tendem a diminuir o movimento do nistagmo, melhorando a acuidade visual. A avaliação da função visual assume um papel determinante na gestão do processo de tratamento e reabilitação do utente. O tratamento pode ser ótico, farmacológico ou cirúrgico. A combinação de várias opções de tratamento pode ser útil para o alcance de melhores resultados. A incidência de erros refrativos em utentes com nistagmos congénitos é elevada (85%), sendo o tratamento ótico (óculos, lentes de contacto e ajudas óticas) fundamental na melhoria da acuidade visual. Recentemente, o tratamento farmacológico tem demonstrado ser útil na redução da intensidade do nistagmo, melhorando a função visual. A cirurgia é também uma opção possível para a redução da posição anómala da cabeça. Objetivos da sessão: 1. Descrever a etiologia e classificação dos nistagmos; 2. Identificar a metodologia de avaliação da função visual; 3. Identificar estratégias de tratamento e intervenção reabilitacional.pt_PT
dc.language.isoporpt_PT
dc.publisherEscola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboapt_PT
dc.rightsopenAccesspt_PT
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0/pt_PT
dc.subjectOrtópticapt_PT
dc.subjectNistagmopt_PT
dc.subjectFunção viualpt_PT
dc.subjectReabilitação visualpt_PT
dc.subjectAcuidade visualpt_PT
dc.titleNistagmos: da avaliação ao tratamentopt_PT
dc.typelecturept_PT
dc.peerreviewednopt_PT
degois.publication.locationLisboapt_PT
dc.relation.publisherversionhttp://sites.estesl.ipl.pt/vii-encts/wp-content/uploads/2015/06/Livro_Resumos_1.pdfpt_PT
Aparece nas colecções:ESTeSL - Comunicações

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Nistagmos.pdf1,24 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.