Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/3796
Registo completo
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.authorMeneses, Rute-
dc.contributor.authorPais-Ribeiro, José Luís-
dc.contributor.authorSilva, Isabel-
dc.contributor.authorPedro, Luísa-
dc.contributor.authorCardoso, Helena-
dc.contributor.authorMendonça, Denisa-
dc.contributor.authorVilhena, Estela-
dc.contributor.authorMartins, Ana-
dc.contributor.authorMartins-da-Silva, António-
dc.date.accessioned2014-09-15T10:30:10Z-
dc.date.available2014-09-15T10:30:10Z-
dc.date.issued2013-
dc.identifier.citationMeneses R, Pais-Ribeiro JL, Silva I, Pedro L, Cardoso H, Mendonça D, et al. Funcionamento sexual e saúde mental em seis doenças crónicas: convergências e divergências. In Neves S, Pais-Ribeiro JL, Rezende M, Heleno M, Buena-Casal G, Tobal J, editors. Atas do II Congresso Ibero-Americano de Psicologia da Saúde e III Congresso Luso-Brasileiro de Psicologia da Saúde. Faro: CIEO-Universidade do Algarve; 2013.por
dc.identifier.isbn978-989-20-3934-3-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10400.21/3796-
dc.description.abstractAinda que a saúde mental dos doentes crónicos seja cada vez mais uma preocupação dos profissionais de saúde, não é generalizada a avaliação rotineira do seu funcionamento sexual, que poderá ter impacto sobre a sua saúde mental. O objectivo do presente estudo é explorar a relação entre funcionamento sexual e saúde mental em doentes crónicos. Foram avaliados 77 adultos com diabetes tipo 1, 40 com diabetes tipo 2, 100 com esclerose múltipla, 79 com epilepsia, 205 com obesidade e 106 com cancro, recorrendo a um Questionário Sócio-demográfico e Clínico, à Escala de Função Sexual do MSQOL-54 e à Escala de Saúde Mental do SF-36. Na amostra total, verificaram-se correlações lineares estatisticamente significativas entre Funcionamento Sexual e Saúde Mental nos dois sexos (homens: r(161)=-0,35, p<0,0001; mulheres: r(387)=-0,36, p<0,0001). Entre os homens, as correlações oscilaram entre rs(33)=-0,58 (p<0,0001) e rs(34)=-0,21 (p=0,23); entre as mulheres, entre rs(161)=-0,49 (p<0,0001) e rs(19)=-0,03 (p=0,89). Mais concretamente, nos indivíduos com diabetes tipo 1 e cancro verificaram-se correlações lineares estatisticamente significativas entre Funcionamento Sexual e Saúde Mental nos dois sexos; nos indivíduos com diabetes tipo 2 e esclerose múltipla não se verificaram correlações significativas em nenhum dos sexos; nos indivíduos com obesidade só se verificaram correlações significativas nos indivíduos do sexo feminino; nos indivíduos com epilepsia só se verificaram correlações significativas nos indivíduos do sexo masculino. Os resultados sugerem que a promoção do funcionamento sexual de doentes crónicos poderá saldar-se por uma melhoria na sua saúde mental (e vice-versa), mas não em todas as doenças crónicas analisadas.por
dc.description.sponsorshipSob o apoio da bolsa da Fundação para a Ciência e a Tecnologia PTDC/PSI/71635/2006.por
dc.language.isoporpor
dc.publisherUniversidade do Algarvepor
dc.rightsopenAccesspor
dc.subjectDoença crónicapor
dc.subjectSaúde mentalpor
dc.subjectComportamento sexualpor
dc.titleFuncionamento sexual e saúde mental em seis doenças crónicas: convergências e divergênciaspor
dc.typearticlepor
dc.peerreviewedyespor
Aparece nas colecções:ESTeSL - Artigos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Funcionamento sexual e saúde mental em seis doenças crónicas.pdf216,53 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.