Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/969
Registo completo
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.authorAlmeida, Manuel Eduardo Gouveia de-
dc.date.accessioned2011-12-27T16:35:12Z-
dc.date.available2011-12-27T16:35:12Z-
dc.date.issued2010-12-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10400.21/969-
dc.description.abstractA reparação ou substituição de elementos degradados em estruturas de madeira em serviço pode em alguns casos ser feita com a introdução de próteses de madeira nova, ligadas à madeira existente através de chapas ou varões colados. Esta abordagem apresenta-se como uma alternativa eficiente e rápida, que permite muitas vezes a manutenção de estruturas que seriam de outro modo substituídas ou profundamente alteradas, com técnicas mais intrusivas. Nestas intervenções são geralmente usadas colas epoxídicas, por serem as mais adequadas à execução de colagens em obra. O principal inconveniente destas colas é o facto de serem bastante sensíveis a temperaturas de serviço elevadas, resultando na redução da resistência e da rigidez das juntas coladas. No entanto, estudos anteriores realizados no LNEC mostraram que a resposta das colas epoxídicas à temperatura pode ser melhorada com o aumento da temperatura durante o processo de cura ou com a pós-cura das juntas de madeira coladas. Na presente dissertação foi desenvolvido e testado um novo método capaz de aplicar regimes de pós-cura a juntas coladas em obra, baseado na incorporação de resistências eléctricas na linha de cola. Foram também verificados os efeitos de diferentes regimes de cura na resistência de ligações coladas de madeira de Espruce realizadas com colas epoxídicas. O desempenho das juntas coladas foi avaliado através de ensaios de corte realizados à temperatura ambiente e a temperaturas elevadas, dentro da gama de temperaturas se serviço previstas, por exemplo, em coberturas. Os resultados mostraram a viabilidade do método proposto e confirmaram os efeitos benéficos da pós-cura aplicada desta forma a ligações coladas de madeira com colas epoxídicas.por
dc.language.isoporpor
dc.rightsopenAccesspor
dc.subjectLigação coladapor
dc.subjectTemperaturapor
dc.subjectPós-curapor
dc.subjectCola epoxídicapor
dc.subjectReabilitação estruturalpor
dc.titleOptimização da colagem em reforços estruturais por meio de pós-curapor
dc.typemasterThesispor
dc.peerreviewedyespor
Aparece nas colecções:ISEL - Eng. Civil - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Optimização da colagem em reforços estruturais por meio de pós-cura.pdf178,94 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.