Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/899
Título: A luta contra o cancro em Portugal: análise do processo de institucionalização do Instituto Português de Oncologia
Autor: Raposo, Hélder
Palavras-chave: Sociologia da saúde
Oncologia
Representação social
Institucionalização
Sociologia das profissões
Instituto Português de Oncologia
Data: 2004
Editora: CES Nova
Citação: Raposo H. A luta contra o cancro em Portugal: análise do processo de institucionalização do Instituto Português de Oncologia. Fórum Sociológico. 2004;(11-12):177-203.
Resumo: Este artigo resulta de um trabalho de investigação realizado no âmbito da tese de licenciatura em Sociologia1, e nele se pretende dar conta dos resultados empíricos sobre o processo de institucionalização do Instituto Português de Oncologia (IPO). Através de um exercício de enquadramento histórico-sociológico sobre a emergência do cancro como uma doença socialmente representada como o mal absoluto, e tendo como uma das principais plataformas teóricas o construtivismo fenomenológico, procurar-se-á compreender de que modo o cancro se cristalizou como um dos mais graves problemas de Saúde Pública das sociedades contemporâneas, analisando para o efeito o caso concreto de Portugal, através da análise do processo de institucionalização do IPO, ocorrido, tal como em outros contextos, no dealbar do século XX.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/899
Versão do Editor: http://forumsociologico.fcsh.unl.pt/PDF/FS11-12-Art._9.pdf
Aparece nas colecções:ESTeSL - Artigos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
A luta contra o cancro em Portugal.pdf128,64 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.