Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/7841
Título: O governo electrónico: entre a interactividade técnica e o retorno para o cidadão
Autor: Montargil, Filipe
Palavras-chave: Governo electrónico
Interactividade técnica
Cidadão
Paradigma Gartner
E-government
Technical interactivity
Citizen
Gartner paradigma
Data: Set-2006
Editora: Universidade Técnica de Lisboa, Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas
Citação: MONTARGIL, Filipe - O governo electrónico: entre a interactividade técnica e o retorno para o cidadão. In: MARTINS, Manuel Meirinho (Org.) - Comunicação e marketing político: contributos pedagógicos. Lisboa: ISCSP, 2006. ISBN 972-8726-78-3. pp. 139-159
Resumo: Os serviços de governo electrónico (e-government) têm vindo a ser avaliados, em grande parte dos estudos até agora realizados, através de uma tipologia baseada no aproveitamento das capacidades de interactividade técnica que as novas tecnologias permitem. É proposto, neste texto, um critério alternativo, orientado para a diferenciação entre perspectivas baseadas no Estado (ponto de vista “interno”) e perspectivas baseadas no utilizador (ponto de vista “externo”). A análise de informação disponibilizada através de estudos realizados por empresas de consultoria (Accenture e Capgemini) sustenta a hipótese de que tende a prevalecer uma perspectiva baseada no Estado, nos seus interesses e necessidades imediatos, em detrimento de uma perspectiva baseada no utilizador, nas suas expectativas e necessidades, e no retorno que este possa retirar da transição para serviços prestados através do canal Internet.
ABSTRACT: E-government services have been evaluated, to a large extent of research carried out so far, through a typology based on the use of technical interactivity capacities permited by new technologies. It is presented, in this text, an alternative criteria, differentiating perspectives based on the State (“internal” point of view) and perspectives based on the user (“external” point of view). The analysis of information available through research from consultancy companies (Accenture and Capgemini) supports the hypothesis that a perspective based on the State tends to prevail, in its immediate interests and necessities, instead of a perspective based on the users, in their expectations and necessities, and in the return they can obtain from the transition to services provided through the Internet.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/7841
ISBN: 972-8726-78-3
Aparece nas colecções:ESCS - Capítulos ou partes de livros

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Montargil_Governo electronico - Entre interactividade e retorno_2006.pdf260,48 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.