Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/7318
Título: Análise da influência do apoio podálico em radiografias de face dos joelhos em carga
Outros títulos: Analysis of the influence of the podalic support in face radiographies of the knees in load
Autor: Silva, Sandra Marina Augusto da
Pereira, José Manuel
Palavras-chave: Radiologia
Análise comparativa
Joelho
Carga
Medição do espaço articular
Gonartrose
Ângulo femorotibial
Radiology
Comparative analysis
Knee
Weight-bearing
Joint space measurement
Gonarthrosis
Femorotibial angle
Data: Mai-2017
Editora: Instituto Politécnico de Lisboa, Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa
Citação: Silva SM, Pereira JM. Análise da influência do apoio podálico em radiografias de face dos joelhos em carga. Saúde & Tecnologia. 2017;(17):25-32.
Resumo: Introdução – A articulação do joelho é das mais complexas do corpo humano e das mais afetadas pela osteoartrose uma vez que sustenta a maior parte do peso corporal. As alterações do alinhamento dos seus componentes podem conduzir ao desequilíbrio biomecânico e promover a redução do espaço articular. Apesar de outras modalidades de imagem serem utilizadas, neste contexto a radiologia convencional constitui, ainda, um instrumento indispensável na avaliação imagiológica do joelho. Contudo, não é consensual qual o protocolo mais adequado para a sua avaliação. Objetivos – O objetivo principal deste estudo centrou-se na análise da influência do apoio podálico, bi ou mono, na imagem radiográfica resultante da incidência de face do joelho em carga. Material e métodos – Realizou-se um estudo institucional, observacional, transversal e retrospetivo, incidindo sobre indivíduos, adultos, submetidos a um exame radiográfico de face dos joelhos em carga, com apoio bipodálico e monopodálico no mesmo episódio de exame. Foram aplicadas técnicas de medição do espaço articular e do ângulo femorotibial em todas as imagens recolhidas e comparadas as medições entre as imagens com apoio monopodálico e bipodálico. Resultados – A amostra foi composta por 30 indivíduos (63,3% do género feminino) com uma média de idades de 60,9 anos (±10,4 anos). A partir desta amostra foram constituídos dois grupos, um composto pelos joelhos direitos (n=21) e o outro pelos joelhos esquerdos (n=27). O espaço articular do compartimento medial apresentou-se como o mais diminuído em ambos os grupos. Comparando as médias das medições do espaço articular nas imagens adquiridas com apoio monopodálico e bipodálico observaram-se diferenças com significância estatística quer no joelho direito (p<0,001) quer no esquerdo (p<0,001). Observaram-se ainda diferenças na amplitude do ângulo femorotibial entre as imagens com apoio mono e bipodálico. Conclusão – Os resultados obtidos apontam para que a incidência de face em carga do joelho realizada com apoio monopodálico promove uma redução do espaço articular do compartimento afetado e, consequentemente, o aumento do espaço articular do compartimento contralateral.
ABSTRACT: Introduction – The knee joint is one of the most complex of the human body and most affected by osteoarthritis since it sustains most of the body weight. The modifications of the alignment of its components can lead to biomechanical imbalance and promote the joint space reduction. Although other imaging modalities are used, in this context, conventional radiology is still an indispensable instrument in the knee imaging evaluation. However, it is not consensual which protocol is most appropriate for its evaluation. Aim – The main objective of this study was centered on the osteoarthrosis, bi or mono, on the radiographic image resultant of the incidence of the face of the knee in weight-bearing. Methods – An institutional, observational, transversal and retrospective study was conducted, focusing on individuals, adults, subjected to a radiographic exam of the face of the knee in weight-bearing, with bipodal and monopodal support in the same examination episode. Measurement techniques of the joint space and femorotibial angle were applied to all collected images and the measurements were compared between images with monopodal and bipodal support. Results – The sample consisted of 30 subjects (63.3% female) with a mean age of 60.9 years (±10.4 years). From this sample two groups were constituted, one consisting of right knees (n=21) and the other by left knees (n=27). The joint space of the medial compartment was presented as the most decreased in both groups. Comparing the average of the measurements of joint space on the images acquired with mono and bipodal support, statistically significant differences were observed both in the right knee (p<0.001) and the left (p<0.001). Differences in the range of femorotibial angle were also observed between images with mono and bipodal support. Conclusion – The results obtained indicate that the incidence of the face of the knee with monopodal weight-bearing, promotes a reduction in the articular space of the affected compartment consequently increasing the contralateral joint space compartment.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/7318
ISSN: 1646-9704
Versão do Editor: https://web.estesl.ipl.pt/ojs/index.php/ST/article/view/1691
Aparece nas colecções:ESTeSL - Artigos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Análise da influência do apoio podálico em radiografias de face dos joelhos em carga.pdf215,02 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.