Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/7133
Título: O erro humano na prestação de cuidados de saúde
Autor: Eiras, Margarida
Palavras-chave: Segurança do doente
Erro médico
Erro humano
Meio hospitalar
Data: Mar-2017
Citação: Eiras M. O erro humano na prestação de cuidados de saúde. In: Dia da Escola de Enfermagem, Évora, 8 de março de 2017.
Resumo: Todos os dias milhares de pessoas são tratadas em segurança nos hospitais portugueses... Onde trabalham milhares de profissionais dedicados, motivados e com uma formação de elevada qualidade... Na maioria dos casos, os doentes recebem tratamento que alivia ou melhora os sintomas e têm uma experiência positiva nos hospitais portugueses. No ano de 2009, de 47.783 admissões em 3 hospitais públicos portugueses, observaram 1.669 processos de doentes: a taxa de incidência de EA é de 11,1%, e 53,2% são evitáveis; 61% dos EA não causaram dano ao doente ou resultaram em dano mínimo com recuperação até um mês; em 58,2% dos EA houve prolongamento do tempo de internamento (em media de 10,7 dias).
Peer review: no
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/7133
Aparece nas colecções:ESTeSL - Comunicações

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
O erro humano na prestação de cuidados de saúde.pdf759,83 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.