Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/5525
Título: Limites no Cruzamento de Géneros: Documentário e Ficção
Autor: Teles, Leonor Diogo Vitorino
Orientador: Rodrigues, José Manuel Cavaleiro
Palavras-chave: Cinema
Documentário
Ficção
Fronteira
Docuficção
Jean Rouch
Pedro Costa
Cinema
Documentary
Fiction
Boundary
Doc-fiction
Jean Rouch
Pedro Costa
Data de Defesa: Nov-2015
Editora: Escola Superior de Comunicação Social
Citação: Teles, Leonor Diogo Vitorino - Limites no Cruzamento de Géneros: Documentário e Ficção. Lisboa: Escola Superior de Comunicação Social, 2015. Trabalho de projeto.
Resumo: A maneira como se faz cinema assistiu a grandes mudanças ao longo das gerações, especialmente no que diz respeito a temas, conteúdos e formas. O cinema documental não foi excepção, tendo sido palco de uma constante inovação e experimentação por parte dos cineastas e, como tal, assunto digno de debate. Exemplo disso é o facto de se assistir cada vez mais no cinema contemporâneo, com particular evidência na cinematografia portuguesa, a um esbatimento na definição dos géneros documentário e ficção. Os limites que delineiam as fronteiras dos géneros deixam de fazer sentido e são, por vezes, muito difíceis de constituir. Os filmes surgem com características e valores de ambas as tradições, tornando-se, por isso, objectos mais complexos e, por sua vez, mais interessantes cujas categorizações estanque são meramente redutoras. Resgatando os métodos de trabalho de cineastas como Jean Rouch e Pedro Costa, que se pautam por relações prolongadas com pessoas e lugares, e atravessando a história do documentário e a tendência do realismo, tão presente em realizadores nacionais, este trabalho tem como objectivo final construir um objecto fílmico que retrate um homem, uma personagem, combinando as duas vertentes, documentário e ficção, de forma a figurar e a potenciar a realidade inerente a essa vida.
The way films are made witnessed major changes over the generations, especially concerning its subjects, contents and forms. The documentary film was no exception, being site for constant innovation and experimentation by filmmakers and, of course, worthy subject of debate. With a special emphasis in the Portuguese Cinema, we can often see a sort of blurring in the definition of documentary and fiction genres in contemporary cinema. So to say, the boundaries between genres no longer make sense and sometimes are very difficult to establish. Films come up with characteristics and values of both traditions, therefore becoming more complex objects and, in turn, most interesting whose categorizations are merely reductive. Rescuing working methods from filmmakers such as Jean Rouch and Pedro Costa, who are guided by long relationships with people and places, and walking through the history of documentary and the trend of realism so present in Portuguese directors, this work aims to build one filmic object that portrays a man, a character, combining both aspects, documentary and fiction, in order to enhance the figure and the reality inherent of its life.
Descrição: Trabalho de projeto apresentado à Escola Superior de Comunicação Social como parte dos requisitos para obtenção de grau de mestre em Audiovisual e Multimédia.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/5525
Aparece nas colecções:ESCS - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Leonor Teles_METADADOS_Projeto_Limites no cruzamento generos.pdf250,33 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.