Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/5471
Título: Tert Hypermethylated Oncologic Region (THOR) como um biomarcador para cancro
Autor: Apolónio, Joana
Palavras-chave: Radioterapia
Biomarcador
Tert Hypermethylated Oncologic Region
THOR
Diagnóstico clínico
Data: Nov-2015
Editora: Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa
Citação: Apolónio J. Tert Hypermethylated Oncologic Region (THOR) como um biomarcador para cancro. In VII Encontro Nacional das Ciências e Tecnologias da Saúde, Auditório da ESTeSL (Lisboa), 12-14 de novembro de 2015.
Resumo: O cancro é uma das principais causas de morte relacionada com doença, sendo responsável por cerca de 14 milhões de novos casos e 8,2 milhões de mortes em todo o mundo. Os tipos de cancro mais comuns são o cancro do pulmão, mama, colorretal e da próstata, sendo o cancro do pulmão, colorretal e da mama os mais mortais. Embora cada tipo de cancro apresente alterações únicas que são adquiridas durante a carcinogénese, biomarcadores universais de malignidade e métodos para estabelecer a progressão da doença em diferentes neoplasias não existem e continuam a ser um grande desafio em oncologia clínica. Uma característica do cancro é a manutenção dos telómeros, a qual é crucial para a autorrenovação de todos os tumores malignos. A ativação da telomerase ocorre através da expressão da transcriptase reversa humana (hTERT) e tem sido relatado que a sua expressão aumenta marcadamente na invasão tumoral. O mecanismo de regulação da hTERT não está completamente elucidado; no entanto, tem sido relatado que a hipermetilação de ilhas CpG apresenta um papel essencial na expressão da hTERT em células cancerígenas telomerase-positivas. O nosso grupo recentemente identificou uma região específica no promotor da hTERT (denominada THOR) que está hipermetilada e associada com a ativação da telomerase em tecido cancerígeno. THOR foi capaz de prever a progressão do tumor e evolução clínica do paciente em diversos tumores pediátricos e adultos. Objetivo do estudo - Pretendemos investigar se a metilação do THOR pode ser um biomarcador de doença maligna e de evolução clínica do paciente em diferentes cancros adultos.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/5471
Versão do Editor: http://sites.estesl.ipl.pt/vii-encts/wp-content/uploads/2015/06/Livro_Resumos_1.pdf
Aparece nas colecções:ESTeSL - Comunicações

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tert Hypermethylated Oncologic Region (THOR) como um biomarcador para cancro.pdf1,21 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.