Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/5412
Título: Professores em fim de carreira: desenvolvimento profissional e sentimentos atuais
Autor: Pinto, Elisabete Antunes
Orientador: Rosa, João
Palavras-chave: Professores em fim de carreira
Fases de desenvolvimento profissional
Funções do professor
Teachers ending their careers
Stages of professional development
Teachers roles
Data de Defesa: Dez-2015
Citação: Pinto, E. A. (2015). Professores em fim de carreira: desenvolvimento profissional e sentimentos atuais [Dissertação de mestrado] Escola Superior de Educação de Lisboa/Instituto Politécnico de Lisboa, Lisboa
Resumo: O objetivo deste estudo qualitativo é compreender como professores em fim de carreira (PFC) analisam o seu desenvolvimento profissional e quais os sentimentos atuais por eles experienciados. Enquadra-se no quadro dos estudos sobre fases de desenvolvimento profissional (Huberman, 1989; Katz, 2005; Day 2008), sobre fatores associados ao stresse e bem-estar docentes (Jesus, 1989; Gomes, 2012), sobre a complexificação das funções do professor (Nóvoa, 2005; Morelli, 2011) e sobre o impacto da formação contínua no desenvolvimento profissional (Martins, 2012; Formosinho, 2009). Procurou-se também rever a literatura específica sobre a fase de desenvolvimento no fim da carreira, o que se revelou difícil dado o escasso número de estudos, nomeadamente para o contexto português (Costa, 2007; Fernandes, 2014; Huberman, 2013). Participaram no estudo quatro docentes do primeiro ciclo do Ensino Básico que se encontravam nos últimos cinco anos de carreira. Cada participante foi entrevistado quanto à sua motivação para a profissão, impactos de formação contínua, experiências profissionais relevantes, mudanças no ensino, nas funções e eficácia docente e sentimentos atuais em fim de carreira. A análise de conteúdo revelou que a relação afetiva com os alunos é um dos principais fatores protetores do professor, que a formação contínua, sobretudo se incluir uma definição colaborativa, tem um impacto muito importante no desenvolvimento profissional, que as funções do professor são cada vez mais complexas o que pode prejudicar aquilo que é sentido como a principal tarefa do professor – o ensinar, e que, no fim de carreira existe uma mistura muito dinâmica de sentimentos, por vezes contraditórios, associados quer ao reconhecimento de ter valido a pena todo o envolvimento na profissão, quer tristeza, nostalgia, alguma mágoa, perspetivando alguns professores saídas da profissão que mantenham ainda alguma ligação a atividades substitutivas próximas do ensino ou voluntariado social. Conclui-se que é importante desenhar formas de potenciar o conhecimento e experiências dos professores em fim de carreira por forma a que aproveite à melhoria da formação inicial e contínua e ao desenvolvimento dos professores em exercício.
Abstract This qualitative study aims to understand how teachers ending their careers analise their professional development and which feelings are experienced as a consequence of that. Studies analising teachers professional development (Huberman, 1989; Katz, 2005; Day, 2008), stress and subjective wellbeing (Jesus, 1989; Gomes, 2012), complexification of teachers roles (Nóvoa, 2005; Morelli, 2011), impact of in-service training (Martins, 2012; Formosinho, 2009) on professional development, are reviewed. Although scarce, a few studies on teachers professional development at the end of their careers were also reviewed (Costa, 2007; Fernandes, 2014; Huberman, 2013). The participants were four primary school teachers, who serve the last five years of their career. An interview assessed their perspectives about motivation, in-service training, relevant professional experiences, changing roles and effectiveness and present feelings for approaching career ending. Content analysis revealed the impact of positive affective relationships with students, collaborative in-service training, focus on teaching despite many other obligations and roles. At career ending, teachers experience mixed feelings of either satisfaction or sadness, nostalgia or some hurt. Some teachers envisage leaving the profession replacing their actual duties by substitutive, close-to-teaching, activities. We conclude for the importance of potentiating knowledge and experience of these teachers so that teacher training programs and professional development may be enhanced.
Descrição: Dissertação apresentada à Escola Superior de Educação de Lisboa para obtenção do grau de mestre em Ciências da Educação - Especialidade Supervisão em Educação
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/5412
Aparece nas colecções:ESELx - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Professores em fim de carreira.pdf1,08 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.