Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/5388
Título: Será do género dos filhos ou dos pais? estudo sobre o efeito do género das crianças e dos pais na qualidade da interação, comunicação e atividade conjunta
Autor: Fernandes, Isabel Maria dos Santos Justo
Orientador: Fuertes, Marina
Palavras-chave: Interação pais-filhos
Afetividade
Comunicação verbal
Intersubjetividade partilhada
Género
Parent-child interaction
Affectivity
Verbal communication
Shared inter-subjectivity
Gender
Data de Defesa: Nov-2015
Citação: Fernandes, I. M.. (2015). Será do género dos filhos ou dos pais? estudo sobre o efeito do género das crianças e dos pais na qualidade da interação, comunicação e atividade conjunta [Dissertação de mestrado] Escola Superior de Educação de Lisboa/Instituto Politécnico de Lisboa, Lisboa
Resumo: A investigação, realizada nos contextos de vida, tende a descrever os pais (do género masculino) como parceiros de jogo que favorecem a liberdade de ação e as brincadeiras físicas; enquanto as mães, mais dedicadas à prestação de cuidados, reforçam a comunicação nas interações, envolvendo afetivamente a criança. Nos casos em que os papéis tradicionais são desafiados (i.e., quando as mães brincam e os pais prestam cuidados básicos à criança) a qualidade da interação mãe-filho(a) e pai-filho(a) aumenta consideravelmente. Neste estudo, pais e mães são observados independentemente na mesma situação experimental como parceiros da criança numa atividade lúdica de construção, tendo-se analisado a qualidade interativa e comunicativa das díades. Para o efeito, foi pedido a 19 díades mãe-filho(a) e 17 díades pai-filho(a) que realizassem, em 20 minutos, um produto à sua escolha com os materiais e ferramentas disponibilizados. As crianças tinham entre 3 e 5 anos, sem problemas de desenvolvimento. Pretendia-se: i) comparar a qualidade interativa dos Pais quanto à empatia, atenção, reciprocidade, cooperação, elaboração/fantasia e desafio proposto; ii) a qualidade da comunicação; e iii) descrever e comparar os produtos realizados pelas díades mãe-filho(a) e pai-filho(a), bem como as escolhas de materiais. Os resultados indicam diferenças na atuação dos pais comparativamente às mães. Adicionalmente, os Pais (i.e., mães e pais considerados em conjunto) interagem e comunicam de modo distinto com meninas e meninos. As variáveis demográficas, sobretudo a escolaridade dos Pais, estão correlacionadas com os resultados. Os nossos dados associam-se a um corpo de conhecimento que identifica diferenças nos papéis parentais.
Abstract: The previous research performed in children life contexts tend to describe fathers as non-directive playmates who promote physical games; while mothers, more dedicated to care activities, reinforce the communication during interactions and involve affectively the child. In the situations where traditional roles are challenged (e.g., when mothers are playmates and fathers give basic care to their child) the quality of the interaction of mother-infant and father-infant increases considerably. In this study, fathers and mothers were observed independently in the same semi-experimental play situation with their children. In this situation, the quality of interactions and adult-child communication were observed. For this purpose, 19 dyads mother-infant and 17 dyads father-infant participated in this 20 minutes experience, to manufacture one product using the materials and tools available to one’s choice. Children were between 3 and 5 years old and had no developmental problems. We aimed to: i) compare the interactive quality of parents related to empathy, reciprocity, cooperation, fantasy and challenge; ii) the communication quality and iii) describe and compare the products made by the dyads mother-infant and father-infant, as well as the chosen materials. The results indicate differences mothers and fathers behaviour toward their children. Additionally, parents interact and communicate in a distinct way with boys and girls. The demographic variables, especially the parents’ education affected the results. Our data are associated to a body of knowledge that identifies differences in parental roles.
Descrição: Dissertação apresentada na Escola Superior de Educação de Lisboa para obtenção do grau de Mestre em Ciências da Educação. Especialidade Intervenção Precoce
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/5388
Aparece nas colecções:ESELx - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Será do género dos filhos ou dos pais_Isabel Fernandes 2013084.pdf578,8 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.