Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/5315
Título: Influência do modelo de governação das administrações portuárias no seu desempenho
Autor: Roque, Luísa Maria do Rosário
Orientador: Marques, Luís Manuel Dionísio
Palavras-chave: Portos
Governação
Corporate Governance
Desempenho
Ports
Governance
Corporate Governance
Performance
Data de Defesa: Mar-2015
Resumo: O presente trabalho visa determinar se o mesmo modelo de governação aplicado às principais administrações portuárias a operar em Portugal pode conduzir a desempenhos distintos em consequência de uma maior eficiência na gestão, contribuindo dessa forma para uma melhor execução. Para determinar a eventual existência de causa efeito, analisou-se a governação dos portos tendo por base a Teoria da Agência, a qual estuda a relação entre o acionista e os Gestores. Este modelo foi aplicado aos cinco principais portos comerciais, num período entre 1998 e 2013, por coincidir com o início de uma nova fase. A avaliação de desempenho teve por base um conjunto de indicadores, sendo usada a metodologia quantitativa e qualitativa para explicar os resultados obtidos. O estudo da evolução do modelo de governo dos portos estabelece três marcos históricos: o primeiro constitui o início de uma gestão empresarial, o segundo baseado na avaliação dos gestores através dos contratos de gestão e o terceiro numa estrutura de governo centralizada no controlo do exercício da função acionista. Conclui-se que o modelo de governação teve uma forte interferência no desempenho dos portos, mas não é o único fator influente, porque as medidas adotadas na gestão deram um importante contributo para os resultados, apesar da limitação existente quanto a alguns indicadores de atividade. Contudo, a necessidade de avaliação da eficiência dos portos comerciais é uma prioridade, dado que o foco principal se tem concentrado na melhoria da eficiência dos portos.
This study aims to determine whether the same governance model applied to the main port administrations operating in Portugal can lead to different performances as a result of more efficient management, thus contributing to better implementation. To determine the possible existence of cause and effect, we analyzed the governance of ports based on the Agency Theory. The relationship between the shareholder and the managers. This model was applied to the five main commercial ports in a period between 1998 and 2013, to coincide with the start of a new phase. The performance evaluation was based on a set of indicators being used quantitative and qualitative methodology to explain the results. The study of the evolution of the governance model of the ports establishes three landmarks, the first is the beginning of a business management, the second based on the evaluation of managers through the contract management and the third in a centralized government structure in controlling the exercise of shareholder function. It is concluded that the governance model had a strong interference in the performance of ports, but is not the only influential factor because the measures adopted in the management made an important contribution to the results, despite the existing limitations on some economic indicators. However, the need to assess the efficiency of commercial ports is a priority, given that the main focus has been focusing on improving the efficiency of ports.
Descrição: Mestrado em Auditoria
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/5315
Aparece nas colecções:ISCAL - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Trabalho - VF (definitiva).pdf1,2 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.