Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/5306
Título: Representações: janelas para a compreensão do raciocínio estatístico de crianças de 5 e 6 anos
Autor: Diogo, Inês
Rodrigues, Margarida
Palavras-chave: Raciocínio estatístico
Representações estatísticas
Educação pré-escolar
Investigação estatística
Organização de dados
Tratamento de dados
Data: 2015
Editora: GD1 – As representações e a aprendizagem matemática
Citação: Diogo, I., & Rodrigues, M. (2015). Representações: Janelas para a compreensão do raciocínio estatístico de crianças de 5 e 6 anos. Investigação em Educação Matemática 2015: Representações Matemáticas, 85-97. ISSN: 2182-0023
Resumo: Este artigo apresenta parte de um estudo que se encontra a decorrer e que visa compreender como se caracteriza o raciocínio estatístico de crianças de 5 e 6 anos. O artigo apresenta a interpretação do raciocínio estatístico revelado pelas crianças através da análise das suas representações. Começamos por discutir teoricamente o conceito de raciocínio estatístico, os princípios inerentes a um ambiente de aprendizagem que favoreça o seu desenvolvimento e o papel das representações, especificando depois as características do trabalho em Organização e Tratamento de Dados na educação pré-escolar. O estudo segue uma abordagem de natureza qualitativa sob um paradigma interpretativo e a recolha de dados realizou-se em 2015 através da observação participante e da análise documental. Os resultados preliminares aqui apresentados sugerem que a maioria do grupo de crianças reconhece as diferentes formas de representação dos dados, identifica os seus nomes e sabe explicar as diferentes representações. No âmbito de um pequeno projeto de investigação estatística, as crianças atenderam às suas diferentes fases, mostrando-se capazes de representar e interpretar dados recolhidos por si. Algumas das crianças preocuparam-se em organizar os dados no momento da sua recolha, classificando-os, sendo que uma delas organizou os dados, de modo espontâneo, numa tabela de frequências. As crianças evidenciaram um raciocínio estatístico sobre os dados e sobre a sua representação.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/5306
ISSN: 2182-0023
Aparece nas colecções:ESELx - Artigos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Representações.pdf253,67 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.