Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/5233
Título: “A afetividade na relação pedagógica e na gestão do grupo de crianças: um percurso cruzado!”
Autor: Carvalho, Ana Rita Goucha de
Orientador: Lino, Dalila
Simões, Ana
Palavras-chave: Criança
Relação pedagógica
Afetividade
Gestão do grupo
Child
Pedagogical relationship
Affection
Group management
Data de Defesa: Jul-2015
Resumo: Na educação de infância, a relação pedagógica entre o/a educador/a é essencial para o desenvolvimento da criança e para a gestão do grupo, sendo essa construída diariamente. Porém, para o seu desenvolvimento, é essencial a presença da afetividade, de forma que as crianças se sintam seguras e confortáveis. Este relatório reflete questões como: a afetividade é a base para a criação da relação pedagógica entre o/a educador/a e a criança? A afetividade impossibilita ou possibilita a gestão do grupo? Estas questões acompanharam-me na Prática Profissional Supervisionada em Creche junto de um grupo de treze crianças com dois anos e em Jardim de Infância com um grupo de quinze crianças, com três, quatro e cinco anos. No percurso da prática, foi possível observar ações e reações das crianças, dos grupos e das equipas educativas que valorizei e me fizeram definir a problemática “A afetividade na relação pedagógica e na gestão do grupo de crianças: um percurso cruzado!”. Assim, é minha intenção com este relatório compreender se é possível construir, através da afetividade, uma relação pedagógica e se esta (im)possibilita a gestão do grupo de crianças. Foram realizadas as caracterizações das valências de Creche e de Jardim de Infância e a análise reflexiva da minha intervenção, de forma a relacionar a problemática com o percurso definido para ambos os contextos. Para ser possível responder à problemática mais significativa que esteve presente em ambos os contextos, foi necessário observar os grupos, as crianças e as relações destas com as equipas educativas. Foi ainda essencial realizar entrevistas às educadoras e auxiliares, para que fosse possível compreender as suas conceções sobre a problemática. Para elas só é possível a gestão do grupo através de uma relação pedagógica baseada na afetividade. Foi através da afetividade que construí a relação pedagógica com as crianças e foi, também, através desta que me foi possível gerir os grupos de crianças.
ABSTRACT In child’s education, the pedagogical relationship between educator and child is essential for the second’s development and for group management, being this relation build daily. However, for child’s development, the presence of affection is essential in order for them to feel safe and comfortable. This report reflects upon questions such as: is affection the base for the establishment of the pedagogical relationship between child and educator? Does affection hinders or allows group management? These questions have accompanied me through Supervised Professional Practice, in Nursery, with thirteen two years old children and in Kindergarten, with fifteen children aging from three to five. Trough practice was possible to observe action and reactions of children, their groups and of educating teams which I valued and made me define the problematic: “The affection in pedagogical relationship and child’s group management: a crossroad!”. Therefore, it is my intention with this report to understand if it is possible to build, trough affection, a pedagogical relationship and if this hinders or allows child’s group management. Characterization of the valences of Crèche and Kindergarten were made as well as the reflexive analysis of my intervention, in order to relate the problem with both contexts. For better understanding of the problematic approached in both contexts and for more clarifying answers regarding it, observation of groups, children and their relations with educating teams was necessary. Interviewing educators and auxiliary personal was essential to understand their conceptions regarding the problem presented. For them, the only way to manage the group is through a pedagogical relationship based upon affection. It was through affection I build pedagogical relationship with the children and it was through this as well I was able to manage children’s groups.
Descrição: Relatório da Prática Profissional Supervisionada Mestrado em Educação Pré-Escolar
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/5233
Aparece nas colecções:ESELx - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
A afetividade na relação pedagógica e na gestão do grupo de crianças.pdf11,36 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.