Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/5189
Título: O que é ser menino ou menina do ponto de vista das crianças no jardim de infância
Autor: Moreira, Sara Rafaela de Brito
Orientador: Rosa, Manuela
Palavras-chave: Identidade de género
Criança
Educação de infância
Prática profissional supervisionada
Gender identity
Children
Supervised professional practice
Early Childhood education
Data de Defesa: Jul-2015
Resumo: O presente relatório pretende espelhar, de uma forma reflexiva e crítica aquela que foi a minha prática nos contextos de creche e Jardim-de-Infância. A Prática Profissional Supervisionada de creche foi desenvolvida com 5 crianças com idades compreendidas entre os 12 e os 15 meses, numa instituição privada. Já em Jardim-de-Infância, esta foi desenvolvida numa instituição da rede pública, com 25 crianças com idades compreendidas entre os 4 e os 6 anos. Para além da caracterização dos contextos, das crianças, das famílias e da minha ação, este relatório contém, ainda, conteúdos relativos à problemática desenvolvida em Jardim-de-Infância que teve, como principais objetivos responder às questões: Quais as conceções que as crianças têm acerca das Questões de Género?; Existem diferenças entre meninas e meninos, ao nível das conceções que apresentam?; Quais as conceções dos pais/mães das crianças acerca das Questões de Género? Focalizando-me, sobretudo, nas tarefas domésticas. Para o desenvolvimento da problemática foi selecionada uma amostra de 12 crianças, com as quais foram realizadas entrevistas, observações e debates e ainda, 12 pais/mães aos quais foram entregues questionários. Ao longo do desenvolvimento da problemática foi notório que as crianças têm noção de que há espaços, objetos e atividades próprias para meninas e para meninos. As opiniões das crianças sobre o que podem os homens e as mulheres fazer parecem prender-se, não só com os modelos que lhes são fornecidos pelo meio envolvente, como também na diferenciação das atividades conforme as características tipicamente associadas a cada um dos géneros. Assim, com a ação desenvolvida foi possível compreender algumas conceções que as crianças têm acerca do que é ser menino ou menina e das fronteiras de género definidas pelas mesmas e, ainda, a influência que o meio no qual a criança está inserida exerce sobre as suas conceções.
ABSTRAT This report is intended to reflect my practice in a day care and kindergarten in a reflective and critical way. The Supervised Professional Practice, in the day care was developed with five children aged between 12 and 15 months, in a private institution. In the kindergarten, this was developed in a public institution, with 25 children aged between 4 and 6 years. Besides the characterization of the contexts, children, families and my action, this report also contains material related to the issue developed in kindergarten, whose main objectives were to answer the questions: What are the conceptions that children have about Gender Issues?; Are there differences between girls and boys, in terms of the conceptions?; What are the conceptions of their parents about Gender Issues? Focusing, especially, in household chores. For the development of the study a sample of 12 children was selected, with whom interviews, observations and discussions were conducted. Questionnaires were also delivered to 12 fathers/mothers. Over the study was clear that children are aware that there are spaces, objects and activities that are restricted/ more appropriated for girls or boys. Children's views on what can men and women do seem to relate, not only with the models supplied to them by the surroundings, as well as in the differentiation of activities according to the characteristics typically associated to each gender. With the developed action was possible to understand some conceptions that children have about what is to be male or female, gender boundaries set for them and also the influence that the environment in which the child is inserted plays on their conceptions.
Descrição: Relatório da Prática Profissional Supervisionada Mestrado em Educação Pré-Escolar
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/5189
Aparece nas colecções:ESELx - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
O que é ser menina ou menino do ponto de vista das crianças em Jardim-de-infância.pdf936,72 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.