Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/5041
Título: Betão auto-compactável com agregados reciclados provenientes da pré-fabricação
Autor: Rosa, A. O.
Brito, J. de
Silva, Pedro Raposeiro da
Data: 2012
Citação: ROSA, A. O.; BRITO; J. de; SILVA, Pedro Raposeiro da - Betão auto-compactável com agregados reciclados provenientes da pré-fabricação. In Atas do 4º Congresso Nacional Construção 2012, Universidade de Coimbra, Portugal, Livro de resumos. 2012, pp. 109
Resumo: A crescente necessidade de tornar a construção mais sustentável e o intuito de contribuir com soluções de reaproveitamento e de escoamento dos desperdícios produzidos na indústria da construção foram determinantes para o financiamento atribuído a um projeto de investigação, com o objetivo de avaliar a viabilidade da utilização de agregados reciclados de betão provenientes da indústria de pré-fabricação para a produção de betões autocompactáveis (BAC). Desta forma, não só se pode contribuir positivamente para a melhoria da qualidade final das peças produzidas pela indústria de pré-fabricação, dispensando a utilização de métodos de vibração falíveis, mas também se contribui para a sustentabilidade do meio ambiente, minimizando o consumo de recursos naturais e a deposição de aterros de resíduos. O projeto é subdividido em diversas fases de otimização e de análise. Numa fase inicial, serão produzidos e selecionados os betões de origem (BO), onde se incluem os materiais produzidos em laboratório e os materiais provenientes de estruturas pré-fabricadas, os quais darão origem aos agregados a analisar. Esses agregados reciclados (AR) sofrerão um processo de trituração orientado (trituração primária e trituração primária e secundária) que pode influenciar as características do próprio betão. Dos resultados obtidos, seleciona-se o método de trituração a adotar para as fases subsequentes. Estas consistirão na produção de betões convencionais e autocompactáveis, que reproduzam aproximadamente a mesma classe de resistência dos betões de origem, nomeadamente 20, 45, 65 e 80 MPa, variando a sua composição (rácio a/c, adições e superplastificantes) e as taxas de agregados reciclados finos (AFR) e grossos (AGR). As percentagens de substituição AFR/AGR a considerar serão: 0/25, 25/0, 25/25, 0/100, 100/0 e 100/100%. Posteriormente, será efetuada a otimização desses betões para classes de resistência mais elevadas, utilizando, para o efeito, agregados reciclados com resistências mecânicas correspondentes a uma classe inferior. Serão incluídos neste estudo os betões de elevado desempenho autocompactáveis, cuja resistência se pretende que seja igual ou superior a 80 MPa. Em todas as fases, serão executados ensaios de avaliação às características mecânicas e de durabilidade dos betões, incluindo a análise microestrutural para a observação da evolução da estrutura porosa da pasta e dos agregados reciclados e da interface pasta/agregados. Pretende-se obter como resultado final um betão com agregados reciclados com agregados reciclados, cujas propriedades sejam compatíveis ou superiores às de um betão auto-compactável com agregados naturais.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/5041
Aparece nas colecções:ISEL - Eng. Civil - Comunicações



FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.