Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/5035
Título: Síndrome de Down versus paralisia do pequeno oblíquo
Autor: Camacho, Beatriz
Rama, Bernardo
Carvalho, Ita
Poças, Ilda
Palavras-chave: Ortóptica
Síndroma de Brown
Pequeno obíquo
Paralisia
Data: Mar-2014
Citação: Camacho B, Rama B, Carvalho I, Poças I. Síndrome de Down versus paralisia do pequeno oblíquo. In XV Congresso Nacional de Ortoptistas, Hotel Tiara Park Atlantic (Porto), 27 a 29 de Março de 2014.
Resumo: A Síndrome de Brown (SB) é uma síndrome anatómica e restritiva. Segundo Brown (1942), esta síndrome é classificada como uma ausência de elevação em adução, uma síndrome restritiva do grande oblíquo. Pode ser congénita, adquirida e iatrogénica e divide-se como ligeira, severa ou profunda. O Pequeno Oblíquo (PO) tem como acções a exciclodução, elevação e abdução. Ao estar afectado, observa-se nos movimentos oculares limitação da elevação e adução, que induz uma paralisia deste músculo. Assim, as duas apresentam ausência de elevação em adução, sendo importante, a realização de diagnóstico diferencial entre elas. Objectivos: Identificar as diversas características motoras e sensoriais da paralisia do PO comparando-as com as características da SB, especificando os testes de ortóptica adequados. Apresentar o diagnóstico diferencial a realizar, explicitando as características principais dos exames coordimétricos e do teste das ducções forçadas.
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/5035
Aparece nas colecções:ESTeSL - Posters

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Síndrome de Brown versus paralisia do pequeno obliquo.pdf326,13 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.