Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/4931
Título: Cultura da (in) segurança nos contextos de trabalho em enfermagem: o caso do Hospital do Espírito Santo de Évora - E.P.E.
Outros títulos: (Un) safety culture in the contexts of work in nursíng: the case of the Hospital do Espírito Santo of Évora - E.P.E.
Autor: Pinto, Manuela Alexandra Rodrigues
Orientador: Silva, Carlos Alberto da
Palavras-chave: Enfermagem
Segurança no trabalho
Condições de trabalho
Factor de risco
Acidente de trabalho
Promoção da saúde
Formação profissional
Nursing
Safety at work
Work conditions
Risk factor
Industrial accident
Health promotion
Education and training
Hospital Espírito Santo
Portugal
Data de Defesa: Nov-2007
Editora: Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa
Citação: Pinto MA. Cultura da (in) segurança nos contextos de trabalho em enfermagem: o caso do Hospital do Espírito Santo de Évora - E.P.E. [Dissertation]. Évora: Universidade de Évora; Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa/Instituto Politécnico de Lisboa; 2007.
Resumo: O tema da presente pesquisa incide num aspecto crucial da vida do homem enquanto ser de relação e enquanto trabalhador: a sua segurança e qualidade de vida no trabalho. A segurança é um conceito que só faz sentido quando interligado ao conceito de ser humano, seja este entendido de forma individual ou social. A actual globalização e a excessiva mercantilização dos objectos e das próprias relações humanas, constituem uma ameaça à estrutura humana, na medida em que o valor material e a necessidade de produzir mais a baixo custo, se sobrepõem algumas vezes ao valor do trabalho humano. Este aspecto não é alheio ao sector da saúde e da enfermagem, onde para além das dificuldades comuns aos restantes trabalhadores, os mesmos são confrontados com problemas de saúde oriundos do próprio processo de trabalho. Os serviços de saúde e os hospitais em particular constituem organizações bastante peculiares, concebidas em função das necessidades dos utentes. Dotados de sistemas técnicos organizacionais muito próprios, podem proporcionar aos seus trabalhadores, sejam eles técnicos de saúde ou não, condições de trabalho precárias, sendo muitas vezes piores do que as verificadas na grande maioria dos restantes sectores de actividade. O trabalho de enfermagem em ambiente hospitalar impõe uma frequente exposição a factores de risco, podendo desencadear situações de stress e fadiga física e mental, conduzindo a acidentes de trabalho. A qualidade da prestação de cuidados e as condições de trabalho dos enfermeiros são temas actuais, que têm sido objecto de análise e reflexão, decorrente das aspirações dos profissionais à melhoria dos serviços prestados e ao reconhecimento que lhes é devido, do interesse dos organismos de saúde, das instâncias políticas e especialmente de todos os cidadãos que utilizam os serviços de saúde. A promoção da saúde e a prevenção através da formação devem ser intervenções globais e integradas, que envolvam os trabalhadores de forma activa. Assim, importa conhecer as condições de trabalho dos enfermeiros e sinalizar os riscos profissionais, que frequentemente decorrem do modo concreto como a prestação do trabalho é organizada, na esperança que de alguma forma se identifique uma cu[tura de (in) segurança no trabalho. Em termos estritos, este estudo tem como objectivos (i) analisar o perfil em termos de condições de trabalho em enfermagem hospitalar, (ii) conhecer as dimensões de acidentes de trabalho dos enfermeiros em contexto hospitalar e (iii) analisar o grau de conhecimento/aderência dos enfermeiros relativamente às condições de trabalho, normas e formas de prevenção dos acidentes de trabalho, de forma a que seja possível aprofundar o conhecimento sobre o perfil da cultura de (in) segurança no trabalho em enfermagem hospitalar.
ABSTRACT - The subject of the present research is reiated with a crucial aspect of men’s life, while being in a relation and while being a worker: his safety and quality of life at work. Safety is a concept that only makes sense when connected to the sense of being a human, either this understood of individual or social form. The current globalisation and the extreme mercantilization of the objects and even of the human relations constitute a threat to the hurnan structure, in a measure where the material value and the necessity to produce more with iow cost, some times overlap the value of the human work. This aspect is beside the sector of health and nursing, where beyond the common difficulties to the rest of the workers, the sarne ones are collated with probiems of heaith deriving of the work process. The services of health and the hospitais in particular constitute peculiar organizations, conceived in function of the necessities of the users. Endowed with a proper organizational technicai system, they can provide to their workers, are they technician of heaith or not, precarious conditions of work, being many times worse than the verified in the great majority of the rernaining sectors of activity. The work of nursing in hospital environment imposes a frequent exposition to risk factors, being able to unchain situations of stress and physical and mental fatigue, ieading to industrial accidents. The quality of services provided and the conditions of work of the nurses are actual themes, that they have been object of analyses and reflection, decurrently of the inspirations of the professionals to the irnprovement of the given services and to the recognition that they have, of the interest of the organisrns of health of the instantes politics and especiaily of ali the citizens who use the health services. The promotion of health and prevention, through the formation must be global and integrated interventions that involve the workers of active form. This, it matters to know the conditions of work of the nurses and to signal the occupational hazards, that frequently they elapse in the concrete way as the work is organized, in the hope that in some way it identifies a culture of (in) securitY in tine work. In strict terms, this study has as objectives (1) to analyse the profile in terms of conditions of work in hospital nursing, (II) to know the dimensions of industrial accidents of the nurses in hospital context (III) to relatively analyse the degree of knowledge of the nurses conditions of work, norms and forms of pr~vention of the industrial accidents, in way that is possible to deepen tine knowledge about the profile of tine culture of (in) security work of hospital nursing.
Descrição: Mestrado em Intervenção Sócio-Organizacional na Saúde - Área de especialização: Políticas de Administração e Gestão de Serviços de Saúde
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/4931
Aparece nas colecções:ESTeSL - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Cultura da (in) segurança nos contextos de trabalho em enfermagem.pdf1,1 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.