Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/4871
Título: Exercício profissional, reconhecimento social e identidades: os espaços de construção da profissionalidade do ortoptista
Outros títulos: Professional practice, social acknowledgement and identities: the areas for developing orthoptists' professionality
Autor: Salgueiro, Luís Fernando Gaspar
Orientador: Braga, Domingos Afonso
Palavras-chave: Ortóptica
Profissional de saúde
Identidade profissional
Reconhecimento social
Orthoptics
Health profession
Professional identity
Social recognition
Portugal
Data de Defesa: Nov-2007
Editora: Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa
Citação: Salgueiro LF. Exercício profissional, reconhecimento social e identidades: os espaços de construção da profissionalidade do ortoptista [Dissertation]. Évora: Universidade de Évora; Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa/Instituto Politécnico de Lisboa; 2007.
Resumo: A actividade profissional dos ortoptistas, a nível internacional em Inglaterra no início do século XX e em Portugal na década de sessenta, começou por ser exclusivamente centrada numa única actividade, a ortóptica. Devido à evolução técnico-científica da oftalmologia, assistiu-se nos últimos anos a uma redefinição da actividade profissional dos ortoptistas. As transformações referidas motivaram ao longo dos anos diversas mudanças das concepções adquiridas na formação de base que conduziram a mudanças das práticas executadas pelos ortoptistas em contexto de trabalho. O interesse em compreender e aprofundar o referido cenário em transformação motivou a realização de um estudo de carácter exploratório descritivo, fundado numa estratégia de abordagem dum estudo de caso pelo método qualitativo, de forma a responder às seguintes questões de investigação: 'Como é que ortoptistas, com actividade pública e/ou privada, formadores e estagiários de ortóptica percepcionam a actual realidade profissional e de que forma perspectivam o futuro da profissão?'; 'Como percepcionam a relação entre os saberes da formação de base e o exercício profissional?'; 'Como é que se identificam com a profissão, como percepcionam o reconhecimento social da profissão e o seu posicionamento no mercado de trabalho?' Identificam-se, em primeira instância, como profissionais de saúde, revelam ainda uma identidade mais marcante relacionada com a sua actividade profissional mais distintiva, a ortóptica, e o indício de uma identidade visada com os técnicos superiores de saúde. Os ortoptistas são um grupo profissional em mudança, marcado por realidades particulares a cada contexto profissional, sem indícios de uma estratégia colectiva. A actividade profissional dos ortoptistas portugueses, historicamente centrada no sector público, está em transformação, o mercado de trabalho é cada vez mais no sector privado. Esta mudança provocou a expansão e investimento para novas áreas de intervenção; por este facto, as ópticas são cada vez mais o local de trabalho mais viável e a refracção uma actividade em expansão.
ABSTRACT - The professional practice of orthoptists begun in England in the early 2Oth century (in Portugal: 1960s), and was then entirely centred on a single activity: orthoptics. Due to the scientific and technical progress of ophthalmology, the past few years have witnessed a redefinition of the professional practice of orthoptists. Transformations promoted, tbroughout the years, various conceptual changes on the content of basic training, which led to changes in the practice of orthoptists in the workplace. An interest in understanding and probing this setting undergoing transformations led to the development of an exploratory-descriptive study, based on the strategy of approaching a case study by a qualitative method, in order to answer the following research questions: How do orthoptists (in the public and/or private sector), educators, and orthoptics trainees see current professional realities, and how do they foresee the future of this profession? How do they see the relationship between knowledge provided in basic training and professional practice? How do they relate to the profession, how do they see the social acknowledgement of the profession and its positioning regarding employment? They see themselves first and foremost as healthcare professionais; they present an even more marked identity associated with their most distinctive profession - orthoptics - and there are indications of an identity aligned with advanced health care techuicians. Orthoptists are a professional group undergoing change, marked by the specific realities of each professional context, without indication of a collective strategy. The professional practice of Portuguese orthoptists, which historically has been centred in lhe public sector, is undergoing transformations: employment is every more often in the private sector. This change has caused expansion and investment towards new intervention areas; thus, opticians are ever more often the most viable workplace, and refraction is a burgeoning activity.
Descrição: Mestrado em Intervenção Sócio-Organizacional na Saúde - Área de especialização: Diagnóstico e Intervenção Organizacional e Comunitária
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/4871
Aparece nas colecções:ESTeSL - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Exercicio profissional, reconhecimento social e identidades.pdf766,86 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.