Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/4641
Título: Aplicação da lei de Benford e a importância do controlo interno
Autor: Condeço, Patrícia Isabel Hipólito
Orientador: Carvalho, Fernando Paulo Marques de
Palavras-chave: Controlo interno
Fraude
Lei de Benford
Deteção de fraude
Prevenção de fraude
Auditoria
Auditoria interna
Contabilidade forense
Internal control
Fraud
Benford’s law
Fraud detection
Fraud prevention
Audit
Internal audit
Fraud prevention
Forensic accounting
Data de Defesa: Dez-2014
Resumo: O tema fraude, tem sido cada vez mais discutido e observado nas últimas décadas, como reação à crescente globalização e exigências da economia mundial. O controlo interno, como uma metodologia de eficácia e eficiência nas operações, confiabilidade nas demonstrações financeiras e mecanismo de cumprimento de leis regulamentos, surge como uma forma de prevenir e detetar fraude nas organizações. Esta investigação visa avaliar de que forma o controlo interno nas entidades cotadas em dois índices bolsistas, aumenta a fiabilidade das demonstrações financeiras divulgadas. Com este estudo, pretende-se observar e analisar o comportamento da informação financeira num contexto anterior (ano 2007) e presente (ano 2013) de elevada crise financeira, e se o facto de estas entidades serem regulamentadas e sujeitas ao controlo interno, aumenta a qualidade das demonstrações financeiras, nesta época de regressão financeira. Nesta investigação, foram desenvolvidos os conceitos de controlo interno e de que forma pode ser aplicado, como uma ferramenta de apoio à gestão das organizações. Para a análise, foi utilizada a Lei de Benford como um modelo de análise estatística da probabilidade esperada de ocorrência de dígitos. Foi possível concluir que para as empresas pertencentes ao índice BE500 o nível de evidência de fraude é superior ao verificado nas empresas pertencentes S&P500, referência ao período compreendido entre o ano de 2007 e o ano de 2013. As conclusões foram obtidas com referência às variáveis volume de vendas e resultado liquido, não se verificando esta tendência quando foi analisada a variável EBIT.
The issue of fraud, has been increasingly discuted and observed in recent decades in response to the increasing globalization and demands of the world economy. The internal control, as a methodology for effectiveness and efficiency in operations, reliability of financial statements and compliance with laws regulations mechanism emerges as a way to prevent and detect fraud in organizations. This research aims to evaluate how the internal control in companies listed on two stock market indices, increases the reliability of financial statements disclosed. With this study, we intend to observe and analyze the behavior of financial information in a previous context (2007) and current (year 2013) of high financial crisis, and the fact that these entities are regulated and have internal control, increases quality of financial statements, in this time of financial regression. In this research, the concepts of internal control and how it can be applied as a tool to support the management of organizations were developed. For the analysis, Benford's Law was used as a model for statistical analysis of the expected probability of digits. With this research to companies in BE500 index, the level of evidence of fraud is higher than for companies in the S&P500 in 2007 and 2013 for Sales and Net Profit indicators, however this trend wasn’t verified in EBIT.
Descrição: Mestrado em Contabilidade
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/4641
Aparece nas colecções:ISCAL - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação_Aplicação da Lei de Benford e a Importância do Controlo Interno.pdf5,75 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.