Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/4636
Título: Depreciação dos ativos fixos tangíveis : o novo referencial contabilístico alterou os hábitos instalados em Portugal?
Autor: Semedo, Daniela Tavares
Orientador: Alves, Gabriel Correia
Palavras-chave: Ativo fixo tangível
Normalização contabilística
Depreciação
Vida útil
Fixed assets tangible
Accounting standards
Depreciation
Lifetime
Data de Defesa: Mar-2015
Resumo: A presente dissertação tem como objetivo investigar as alterações, na prática contabilística, resultantes da entrada em vigor, em 2010, do novo Sistema de Normalização Contabilística em Portugal no que toca à depreciação dos Ativos Fixos Tangíveis. Pretende-se saber se esta transformação foi bastante para alterar as políticas instaladas em Portugal. Os ativos têm, frequentemente, um peso significativo nas Demonstrações Financeiras das entidades e correspondem a bens de duração mais ou menos prolongada. Nestes termos, o reconhecimento do gasto associado ao respetivo uso constitui sempre um problema contabilístico. Para o alcance dos objetivos delineados, indagam-se os acontecimentos históricos no tratamento das depreciações em Portugal, quer a nível contabilístico, quer a nível fiscal, e sua influência no comportamento das empresas e nas Demonstrações Financeiras apresentadas. Por último, apresenta-se um estudo empírico, onde se comprovam que o comportamento das empresas não foi alterado com a introdução das novas normas a nível contabilístico e fiscal. O reconhecimento dos gastos das depreciações dos ativos continua a ser essencialmente feito ou influenciado por políticas fiscais. Conclui-se assim, que a influência fiscal continua muito presente no Relato Financeiro das empresas, particularmente das Pequenas e Médias Empresas.
The present dissertation aims to investigate the changes in accounting practice resulting from the entry into force, in 2010, the new Accounting Standardization System (SNC) in Portugal with respect to depreciation of Tangible Fixed Assets (AFT). Intended to know if this change was enough to change the policies installed in Portugal. The fixed assets often have a significant weight in the Financial Statements (DF) of the entities and correspond the duration of such assets over a certain period. Accordingly the recognition of the cost associated with the respective use is always an accounting problem. To achieve the defined objectives, we ask the historical events in the treatment of depreciation in Portugal, whether in the accounts level or the tax level, and its influence on corporate behavior and the submitted financial statements. Finally, we present an empirical study, where we prove that the behavior of companies has not changed with the introduction of new standards for accounting and tax purposes. The recognition of cost of depreciation of assets continues essentially made or influenced by tax policy. Concludes therefore that the tax influence is still very present in the financial reporting of companies, particularly Small and Medium Enterprises.
Descrição: Mestrado em Auditoria
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/4636
Aparece nas colecções:ISCAL - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação versão final.pdf2,27 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.