Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/4363
Título: Water quality in lakes and reservoirs in China
Autor: Luheng, Yan
Orientador: Barbosa, Ana Estela Azevedo Camacho Vasconcelos
Santos, João Alfredo Ferreira dos
Palavras-chave: Qualidade da água
Water quality
Recursos hidricos
Water resources
Qualidade de águas superficiais
Surface water quality
Data de Defesa: Fev-2015
Editora: Instituto Superior de Engenharia de Lisboa
Citação: LUHENG, Yan - Water quality in lakes and reservoirs in China. Lisboa: Instituto Superior de Engenharia de Lisboa, 2015. Dissertação de mestrado.
Resumo: A China é o país mais populoso do mundo, com mais de 1350 milhões de habitantes, sendo também um dos países do mundo com maior área. Contudo, a distribuição dos recursos hídricos no território não é homogénea havendo cada vez mais problemas graves de escassez de água, especialmente no nordeste do país. Na última década, a qualidade da água dos lagos e albufeiras da China degradou-se devido a várias causas, sendo a mais relevante das quais a grande população do país. A poluição da água e a destruição dos ecossistemas aquáticos tem causado danos enormes nas funções e na integridade dos recursos hídricos. Aproximadamente 298 milhões de chineses que vivem em áreas rurais não têm acesso a água potável e, em 2011, 40% dos rios da China estavam poluídos por resíduos industriais e agrícolas. O objetivo deste trabalho é identificar os problemas mais comuns que afetam a qualidade da água em lagos e albufeiras da China e analisar as variáveis que controlam a qualidade da água, com base na pesquisa de publicações científicas, bases de dados de artigos científicos, mapas do Google e outras fontes de informação. Da pesquisa inicial foram selecionados 58 artigos científicos que descrevem o estado de 52 massas de água. Esta informação foi sumariada num quadro com as características mais relevantes, nomeadamente a identificação do lago / albufeira, as fontes de poluição, os parâmetros de qualidade da água avaliados e as metodologias utilizadas nos estudos. Esta análise faculta uma visão global da situação nos lagos e albufeiras da China. Verificou-se que os poluentes mais comuns são o azoto e o fósforo. Isto sugere que as massas de água na China estão com problemas sérios de eutrofização resultantes de práticas agrícolas. Outra fonte de poluição difusa, as atividades de exploração mineira, foram consideradas em 6 dos 58 trabalhos selecionados. Por outro lado, as fontes mais relevantes de poluição pontual são os efluentes de atividades industriais e instalações de uso público ou doméstico. Atendendo às Normas Chinesas para a Qualidade de Águas Superficiais (GB3838), verifica-se que a qualidade da água na maioria dos 52 lagos e albufeiras é da classe 3. Nove das onze massas de água classificadas como da classe 1 ou 2 são albufeiras e duas delas são lagos. Quinze das dezoito massas de água das classes 4, 5 e acima de 5 são lagos, sendo as três restantes albufeiras. Portanto, parece que na China a qualidade da água em albufeiras tende a ser melhor que em lagos. De entre aquelas 53 massas de água, selecionaram-se seis casos de estudo como representativos dos lagos e albufeiras da China. O critério foi ter 2 grupos de massas de água de dimensões comparáveis (volume de água e área da bacia hidrográfica) mas colocadas em regiões de precipitação média anual distintas. De acordo com este critério, definiram-se dois grupos. O Grupo 1 inclui os lagos Poyang, Dongting e Hulun cujos volumes são, respetivamente, 276 x108m3, 170 x108m3 e 131 x108m3 e a precipitação média anual de 1639 mm, 1350 mm e 319 mm. As massas de água do Grupo 2 são mais pequenas; são elas as albufeiras de Shitoukoumen (12.6 x108m3; 565 mm) e Yuqiao (15,6 x108m3; 750 mm ) e o lago Dianchi (15,7x108m3; 1007 mm). Foi reunida informação adicional para melhor se entender e comparar o estado da qualidade da água nestes 6 estudos de caso, incluindo-se a análise do grau de eutrofização em cada caso. Comparando a qualidade da água dos dois grupos, verificou-se que o lago Poyang embora tenha graves problemas de poluição por fósforo é o que tem melhor qualidade da água (classe 4) no Grupo 1. Os lagos Dongting e Hulun têm problemas com poluição por azoto sendo da classe 5 e acima da classe 5, respetivamente. Nas albufeiras Shitoukoumen e Yuqiao, do Grupo 2, a poluição por azoto é mais grave que a poluição por fósforo, sendo a qualidade da água similar para ambas(classe 3). Por outro lado, entre os casos de estudo do Grupo 2 o lago Dianchi é o que apresenta a pior qualidade da água, estando acima da classe 5. Na China existem diferenças sazonais na quantidade de precipitação e na temperatura. Verificou-se que 4 das 6 massas de água, nomeadamente os lagos Poyang, Dongting e Dianchi e a albufeiras Yuqiao têm mudanças sazonais na qualidade da água. Apenas o lago Hulun e a albufeira Shitoukoumen não exibem este fenómeno, provavelmente porque ambas as regiões têm precipitação média anual baixa e, consequentemente, características hidrológicas relativamente estáveis. Em ambos os grupos há massas de água que exibem os seguintes padrões: 1) qualidade da água na estação húmida melhor que na estação sêca (lagos Poyang e Dianchi); 2) qualidade da água na estação sêca melhor que na estação húmida (lago Donting e albufeira Yuqiao); 3) qualidade da água sem variação ao longo do ano (lago Hulun e albufeira Shitoukoumen). O primeiro e o segundo padrão podem dever-se ao fato de a diluição dos poluentes numa massa de água ser reforçada em regiões com estação húmida mais longa. Bem como com precipitação média anual mais elevada, resultando em concentrações de poluentes mais baixas na estação sêca quando comparadas com as da estação húmida. A observação e análise destes 6 casos de estudo mostram como a qualidade das água superficiais está relacionada com várias características da bacia hidrográfica, nomeadamente com condições climáticas e geográficas. A produção de poluentes é desencadeada por atividades humanas e as que têm maior impacto nos lagos e albufeiras da China são: a agricultura, a aplicação de produtos químicos, o desenvolvimento urbano e industrial, os sistemas de irrigação e drenagem e o turismo. Leis ou regulamentos de água e o envolvimento público na fiscalização podem desempenhar um papel construtivo na proteção do ambiente. No futuro próximo, para proteger a água de mais contaminação, a China deve tomar medidas para controlar os diversos tipos de poluição difusa e pontual que ainda ameaçam a qualidade da água, em especial nas águas residuais da agricultura, indústria e de usos domésticos. São necessárias normas ambientais mais rigorosas para a qualidade da água para apoiar estratégias de proteção e gestão.
Abstract: China is the world's most populous country with over 1.35 billion inhabitants; also in area, China is one of the world's largest countries. However, the distribution of water resources in the whole territory of China is not homogeneous and there are increasingly severe water shortages, particularly in the north-east of the country. Over the past decade, the water quality of lakes and reservoirs in China has degraded due to many causes, especially the large population. Water pollution and destruction of aquatic ecosystems have caused massive damage to the functions and the integrity of water resources. Roughly, 298 million Chinese in rural areas do not have access to safe drinking water, and 40% of China's rivers were, by 2011, polluted by industrial and agricultural waste. The aim of this study is to identify the most common water quality problems in lakes and reservoirs in China and to analyze the variables that control the water quality, based on research on scientific publications, international journals databases, Google maps, and other available sources of information. After the initial literature research, 58 papers were selected; they described the conditions of 52 water bodies. This information was summarized in a Table with the most relevant characteristics, namely: the identification of the lake/reservoir, the pollution sources, the water quality parameters evaluated and the methodologies used in the study. This analysis provides an overview of the situation of Chinese lakes and reservoirs. It was observed that nitrogen and phosphorus are the most common pollutants. This suggests Chinese water bodies are suffering from serious eutrophication problems, resulting from agriculture practices. Other diffuse pollution source, mining activities, have been considered by 6 of the 58 selected papers. On the other hand, the most relevant point pollution sources are effluents from industry and public or household facilities. According to the Chinese Surface Water Quality Standard (GB3838), it is observed that the water quality of most of the 52 lakes and reservoirs are of class 3. Nine of the eleven water bodies regarded as class 1or 2, are reservoirs and two of them are lakes. Fifteen of the eighteen water bodies of class 4, class 5 and lower than class 5 are lakes; the remaining three being reservoirs. Therefore, it seems that in China the water quality of reservoirs is likely to be better than that of lakes. Six case studies were selected among the 53 water bodies, as representative of lakes and reservoirs in China. The criterium was to have 2 groups of water masses of comparable dimensions (volume of water and catchment area) but placed in regions of different mean annual precipitation. According to these criteria, two groups were set. Group 1 includes Poyang Lake, Dongting Lake and Hulun Lake, with volumes of, respectively, 276 x108m3, 170 x108m3 and 131 x108m3 and mean annual rainfalls of 1639 mm, 1350 mm and 319 mm. The water bodies of Group 2 have smaller sizes; they are Shitoukoumen Reservoir (12.6 x108m3; 565 mm), Yuqiao Reservoir (15,6 x108m3; 750 mm) and Dianchi Lake (15,7x108m3; 1007 mm). Additional data was gathered to better understand and compare the water quality situation of these 6 case studies; including analyzing the degree of eutrophication of each case. Concerning the comparison of water quality of the two groups, it was found that Poyang Lake although having serious phosphorus pollution is the one with the best water quality (class 4) in Group 1. Dongting Lake and Hulun Lake have problems with nitrogen pollution and are of class 5 and inferior class 5, respectively. In both reservoirs Shitoukoumen and Yuqiao from Group 2 nitrogen pollution is more serious than phosphorus; their water quality is similar (class 3). On the other hand, among Group 2 case studies Dianchi presents a worse water quality having less then class 5.It China there are different seasons characterized by the amount of precipitation and temperature. It was found that 4 of the 6 water bodies, namely Poyang Lake, Dongting Lake, Yuqiao Reservoir and Dianchi Lake have seasonal water quality changes. Only Hulun Lake and Shitoukoumen Reservoir do not show this phenomenon, probably because both regions have low annual mean rainfall, and therefore relatively stable hydrological characteristics. In both groups there are water bodies showing the following patterns: 1) wet season water quality better than that of the dry season (Poyang and Dianchi Lakes); 2) dry season water quality better than that of the wet season (Dongting Lake and Yuqiao Reservoir); 3) the water quality is similar along the year (Hulun Lake and Shitoukoumen Reservoir). The reason for the first and the second pattern may be related to the fact that the dilution of pollutants in a water body is enhanced in regions with a longer wet season, as well as a higher annual average rainfall, resulting in lower concentration of pollutants in the wet season compared to the dry season. The observation and analysis of these 6 case studies illustrate how surface water quality is related to several natural characteristics of the catchment, such as climate and geographic conditions. The production of pollutants is trigged by human activities and the ones with higher impacts in lakes and reservoirs in China are: agriculture, application of chemicals, urban and industrial development, irrigation and drainage systems, and tourism. Water laws or regulations and public involvement in enforcement can play a constructive role in environmental protection. In the near future, in order to protect water from further contamination, China should take actions in order to control the various kinds of diffuse and point pollution that still threatens the water quality, in particular of agriculture and industrial and urban wastewater. Stricter environmental regulations for water quality are required to support protection and management strategies.
Descrição: Dissertation elaborated for the partial fulfilment of the requirements of the Master Degree in Civil Engineering in the Speciality Area of Hydarulics
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/4363
Aparece nas colecções:ISEL - Eng. Civil - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Capa.pdf44,27 kBAdobe PDFVer/Abrir
Dissertaçãot.pdf2,66 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.