Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/4315
Título: Remistura de vídeo: um estudo exploratório de diferentes estilos
Autor: Sousa, Carlos Alberto Mendes Felgueiras e
Orientador: Silva, Patrícia Dias da
Palavras-chave: Remistura Vídeo
Vidding
Machinima
Legendagem de remistura
Remistura
Video Remix
Remix subtitling
Remix dubbing
Data de Defesa: Nov-2014
Editora: Escola Superior de Comunicação Social
Citação: Sousa, Carlos Alberto Mendes Felgueiras e - Remistura de vídeo: um estudo exploratório de diferentes estilos. Lisboa: Escola Superior de Comunicação Social, 2014. Dissertação de mestrado.
Resumo: A remistura é uma técnica de expressão que consiste num processo de apropriação de fragmentos reconhecíveis para a criação de novas formas de sentido. As origens do termo remistura remontam ao início da década de 1970, na Jamaica, onde artistas musicais “desconstruíam” a música gravada por outros músicos. A partir de equipamentos analógicos, estes artistas criavam “versões” alternativas a partir das músicas originais. Embora o termo tenha origem no campo da música, as suas práticas remontam a processos de apropriação e colagem utilizadas por outros movimentos artísticos de vanguarda no início do século XX. Actualmente, o conceito de remistura parece ser ubíquo na cultura, na comunicação e na tecnologia, seguindo as lógicas de corte e colagem. No domínio audiovisual, esta prática tem verificado aplicações que vão desde o uso lúdico ao activismo político, passando por expressões pessoais de criatividade. Do ponto de vista tecnológico, o gradual crescimento da Internet de banda larga, uma maior acessibilidade a ferramentas de registo de imagem (de dimensões cada vez menores) e a disseminação de programas de edição de vídeo contribuíram para criação de subformas de expressão, ou estilos, dentro do conceito alargado do que é a remistura de vídeo. Nesta investigação exploratória abordaram-se as práticas de vidding, machinima, legendagem e dobragem de remistura aplicadas ao caso português.
ABSTRACT: Remix is a form of expression that can be summarized as an appropriation process of recognizable fragments to create new meanings. Remix as a creative practice begun in the mid-1970s, in Jamaica, where musical artists “deconstructed” the recorded music of other artists. Through the use of analogue equipment, these artists would create alternative “versions” from the original music. Although the term has its roots in the realm of music, its practices go further back to the practices of appropriation and collage used by the former Avant-guard artistic movements in the beginning of the 20th century. Currently, the concept behind remixing seems to be spread in culture, communication, technology, following the practices of cut and paste. In audiovisual media this practice has been used to entertain and to raise political awareness, as well as a personal form of creative expression. From a technological point of view, the gradual increase of broadband Internet, a greater accessibility to image recording tools as well as the widespread availability of editing suites, allowed the birth of new forms of expression, namely styles of Video Remix. In this exploratory research, the following video remix practices were studied using portuguese examples: vidding, machinima, remix subtitling and remix dubbing.
Descrição: Dissertação apresentada à Escola Superior de Comunicação Social como parte dos requisitos para obtenção de grau de mestre em Audiovisual e Multimédia.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/4315
Aparece nas colecções:ESCS - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
5229 Carlos Felgueiras e Sousa - Dissertação de Mestrado AM2014.pdf2,12 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.