Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/4288
Título: Comunidades de prática nas organizações de saúde: proposta de modelo numa organização hospitalar
Outros títulos: Communities of practice in healthcare organizations: proposal for a model hospital organization
Autor: Silva, Luísa de Jesus Barbosa Viegas da
Orientador: Silva, Paulo Fernando Lopes Resende da
Palavras-chave: Cuidados de enfermagem
Meio hospitalar
Gestão do conhecimento
Comunidade de prática
Nursing care
Hospital
Knowledge management
Communities of practice
Data de Defesa: Dez-2009
Editora: Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa
Citação: Silva LJ. Comunidades de prática nas organizações de saúde: proposta de modelo numa organização hospitalar [Dissertation]. Lisboa: Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa/Instituto Politécnico de Lisboa; Universidade de Évora; 2009.
Resumo: Recorre-se à abordagem de Gestão do Conhecimento, suportada em comunidades de prática para fomentar a criação, disseminação e partilha do conhecimento, como resultado de um novo paradigma organizacional que prevê uma maior valorização do indivíduo e a sua capacidade para gerar inovação, produtividade e inteligência. Esta ideia como facilitadora da implementação das estratégias delineadas para a prestação de cuidados de enfermagem, serviu de ponto de partida a este trabalho, que visa investigar até que ponto os Enfermeiros estão preparados para efectivar um modelo dinamizador de Comunidades de Prática no cuidar, com a finalidade de contribuir para o desenvolvimento dos enfermeiros e a melhoria dos cuidados prestados. Partindo da pesquisa bibliográfica efectuada e das reflexões focalizadas na problemática, foram abrangidas duas grandes áreas relacionadas com a Gestão dos Cuidados de Enfermagem e com a Gestão do Conhecimento, sendo o marco teórico focado na abordagem sobre Comunidades de Prática. Alguns conceitos teóricos referidos serviram de pilar ao modelo de Comunidade de Prática proposto. Foi realizado um estudo de carácter exploratório e descritivo, baseado no “estudo de caso”, num hospital da Região de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo, com o objectivo de analisar e compreender de que forma os actores estudados criam, transferem e armazenam conhecimento. Considerei-o transversal porque constitui um estudo de uma determinada população, num determinado período temporal. Foram aplicados inquéritos por questionário aos enfermeiros-chefes e coordenadores com funções de gestão. A partir do tratamento e análise dos dados e também com base no conhecimento prévio da população do estudo, procedeu-se à revisão e ajuste do modelo. O estudo demonstra que, apesar de no hospital não existir, uma cultura de gestão do conhecimento que apoie a partilha de conhecimento, dentro da organização hospitalar, o mesmo não é posto em causa, pois os enfermeiros sempre partilharam saberes, conhecimento e Know-how.
ABSTRACT - There is the approach of knowledge management, supported by communities of practice, aimed at fostering the creation, dissemination and sharing of knowledge, as a result of a new organizational paradigm that provides a greater valuation of the individuals and their ability to generate innovation, productivity and intelligence. The idea that practice facilitates the implementation of the strategies outlined for health care rendering served as a starting point for this work, aiming at investigating whether nurses are prepared to apply a dynamic model of Communities of Practice in health care services to contribute to the development of competences. Starting from the bibliographical research and from discussions focused on these issues, areas such as hospital organization, nurse management and knowledge management were addressed, and the theoretical framework focuses on the approach to the Communities of Practice. Some of the above mentioned theoretical concepts served as pillars to the model of Community of Practice herein presented. An exploratory and descriptive study was canied out, based upon the case study, performed in a hospital placed in the Lisbon and Tagus Valley Health Region. Aimed at analysing and understanding how the studied players create, transfer and store knowledge. I found it transversal as it studies a particular population in a specific period of time. Questionnaire inquests to chief nurses and co-ordinating nurses with managing functions were also made. Starting from the processing and analysis of lhe data and based upon lhe existing knowledge, a revision and adjustment of lhe initially proposed model were carried out. This study shows that, in spite of not having a proper culture of knowledge management within the hospital organization, this knowledge is not put at stake, because nurses have always shared knowledge and know-how.
Descrição: Mestrado em Intervenção Sócio-Organizacional na Saúde - Ramo de especialização: Políticas de Administração e gestão de Serviços de Saúde
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/4288
Aparece nas colecções:ESTeSL - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Comunidades de prática nas organizações de saúde.pdf1,78 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.