Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/4279
Título: Representações corporais e relações de género na publicidade
Autor: Veríssimo, Jorge Domingos Carapinha
Palavras-chave: Publicidade
Corpo humano
Processo publicitário
Data: 12-Jul-2014
Editora: Instituto de Educação da Universidade de Lisboa
Citação: Veríssimo, Jorge - Representações corporais e relações de género na publicidade. In: III CONGRESSO INTERNACIONAL SEXUALIDADE E EDUCAÇÃO SEXUAL: Livro de Resumos, Lisboa, Instituto de Educação – Universidade de Lisboa, 10 - 12 jul 2014. (p.33)
Resumo: Desde sempre que a publicidade apresenta ao destinatário imagens positivas da vida e, principalmente, de modelos ideais que funcionam como reflexo do próprio receptor. O objectivo é o de criar a adesão do indivíduo às marcas publicitadas para que, de um ponto de vista comercial, adopte os produtos. Se detivermos um pouco o nosso olhar sobre a publicidade inserida nos media, verificamos que o corpo humano, não só da mulher, mas também do homem, é exibido, no seio de certas campanhas, com poses passíveis de suscitar em alguns destinatários reações de indignação e mesmo repulsa ou, pelo contrário, provocar sensações de sedução, de atração e até de aflorar certas fantasias. As vozes discordantes afirmam que certas campanhas, ao recorrerem às representações de corpos, sobretudo femininos, transgridem, de um modo óbvio, um dos princípios fundamentais da sociedade de direito: o respeito pela dignidade da pessoa humana. Tal transgressão manifesta-se pela híper-exposição da sexualidade, nomeadamente feminina, ou pela representação da mulher em encenações que a colocam numa função de mero objecto. Para outros sectores, o modo como a publicidade utiliza o corpo traduz um movimento social dominante: a ambição por um corpo perfeito, belo e saudável, até porque, afirmam, a publicidade limita-se a ser um espelho da sociedade. Não é propósito desta reflexão defender qualquer dos juízos evocados, mas apenas alinhar argumentos que concorrem para a utilização do corpo na publicidade: a saturação publicitária e a “redundância discursiva”, por um lado, e o acompanhamento de uma tendência social de assunção do corpo, por outro.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/4279
ISBN: 978-989-8753-03-8
Versão do Editor: http://iiicises.ie.ul.pt/wp-content/uploads/2014/08/Livro-de-Resumos-IIICISES.pdf
Aparece nas colecções:ESCS - Comunicações

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
capa_resumo_III_congresso_sexulidade e educacao sexual.pdf549,38 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.