Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/4242
Título: Avaliação da função ventricular esquerda por ecocardiografia bidimensional com VVI em indivíduos hipertensos voluntários
Autor: Soeima, Andreia
Orientador: Pedro, Paulo G.
Palavras-chave: Hipertensão arterial
Deformação miocárdica
Ecocardiografia convencional
Velocity vector imaging
Hypertension
Myocardial strain
Echocardiography
Data de Defesa: 2014
Editora: Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa
Citação: Soeima AF. Avaliação da função ventricular esquerda por ecocardiografia bidimensional com VVI em indivíduos hipertensos voluntários [Dissertation]. Lisboa: Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa/Instituto Politécnico de Lisboa; Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa; 2014.
Resumo: Introdução: A hipertensão arterial representa um dos fatores de risco mais importantes de doença cardiovascular, originando repercussões significativas na função miocárdica. A ecocardiografia/Doppler é o método de primeira linha para avaliar tais repercussões. Contudo, existem algumas limitações dos métodos de medição por ecocardiografia convencional. A nova ferramenta ecocardiográfica denominada Velocity Vector Imaging (VVI) permite a análise de múltiplos parâmetros que compõem a dinâmica de contração do VE caracterizando de forma integral a função sistólica, contrariando as limitações existentes. Objetivo: Avaliar os parâmetros de avaliação da função ventricular esquerda obtidos por ecocardiografia bidimensional com VVI em indivíduos com hipertensão arterial. Metodologia: Estudo prospetivo de tipologia descritivo/comparativo. Foram estudados dois grupos de indivíduos voluntários: hipertensos e saudáveis, obedecendo aos critérios de inclusão da amostra. Foram avaliados vários parâmetros de ecocardiográfia convencional e com técnica VVI. Os parâmetros longitudinais analisados offline pelos planos apicais, permitiram descrever e caracterizar a função ventricular esquerda em ambos os grupos e realizar o estudo comparativo. Na análise estatística comparativa foram utilizados os testes t de Student, Mann-Whitney e do Qui-quadrado. Resultados: Foram estudados 31 indivíduos hipertensos (20H;11M) e 47 indivíduos saudáveis (27H;20M). Na análise comparativa entre os dois grupos os parâmetros globais médios de peak sistolic longitudinal de strain variam entre -16,72% e -17,80% para indivíduos hipertensos e saudáveis, respetivamente ( p = 0,102); O valor de strain rate longitudinal foi -0,98s-1 e -1,03s-1 para o grupo de hipertensos e saudáveis ( p = 0,214). A velocidade e o deslocamento longitudinal variaram entre 2,68 cm/s e 5,02mm no grupo de hipertensos, e 3,12 cm/s e 6,11mm para o grupo saudável, respetivamente. Conclusões: A técnica de ecocardiografia com VVI não demonstrou diferenças dos parâmetros de strain e strain rate, com fração de ejeção e fração de encurtamento do ventrículo esquerdo entre o grupo saudável e hipertenso. Em comparação ao grupo de indivíduos saudáveis, os doentes com HTA apresentaram redução do deslocamento longitudinal e da velocidade de contração longitudinal, o que pode ser indício de uma lesão miocárdica principiante.
ABSTRACT - Introduction: Hypertension is one of the most important risk factors of cardiovascular disease, causing significant effects on myocardial function. Echocardiography/Doppler is the method of first line to evaluate such effects. However, there are certain limitations of measurement methods by conventional echocardiography. A new echocardiographic tool called Velocity Vector Imaging (VVI) allows analysis of multiple parameters that make up the dynamics of LV contraction featuring integrally systolic function contrary to the existing limitations. Aim: Rate parameters for the assessment of left ventricular function obtained by two-dimensional echocardiography with VVI in individuals with hypertension. Methods: Prospective study of typology descriptive / comparative. Two groups of volunteers were studied: hypertensive and healthy, satisfying the criteria for inclusion in the study. Various parameters of conventional echocardiography and VVI technique were evaluated. The parameters analyzed offline by longitudinal apical view, allowed to describe and characterize the left ventricular function in both groups and perform a comparative study. The comparative statistical analysis were used the test t-Student, Mann-Whitney and chi-square. Results: Were studied 47 healthy subjects (27M;20W) and 31 hypertensive subjects (20m;11W). The comparative analysis between the two groups, the mean global longitudinal parameters of peak sistolic strain vary between -16.72% and -17.80% for hypertensive patients and healthy subjects, respectively ( p = 0.102). The value of longitudinal strain rate was -0.98 s-1 and -1.03 s-1 for the group of hypertensive and healthy ( p = 0.214), respectively. The longitudinal speed and displacement ranged from 2.68cm/s and 5.02mm in the hypertensive group, and 3.12cm / s and 6.11mm for the healthy group, respectively. Conclusions: The technique VVI echocardiography showed no differences in the parameters of strain and strain rate, ejection fraction and fractional shortening of the left ventricle between healthy and hypertensive group. Compared to the group of healthy subjects, patients with hypertension had reduced longitudinal displacement and velocity of longitudinal contraction, which may indicate an incipient myocardial injury.
Descrição: Mestrado em Tecnologia de Diagnóstico e Intervenção Cardiovascular - Ramo de especialização: Ultrassonografia Cardiovascular
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/4242
Aparece nas colecções:ESTeSL - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Avaliação da função ventricular esquerda por ecocardiografia bidimensional com VVI.pdf1,8 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.