Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/4239
Título: Avaliação da função diastólica no ventrículo esquerdo em mulheres hipertensas com excesso de peso ou obesidade
Autor: Lopes, Ana Catarina Martins
Orientador: Oliveira, Luís
Patrício, Filipe
Pina, Carla
Palavras-chave: Hipertensão
Função diastólica
Obesidade
Excesso de peso
Hypertension
Diastolic function
Obesity
Overweight
Data de Defesa: 2014
Editora: Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa
Citação: Lopes AC. Avaliação da função diastólica no ventrículo esquerdo em mulheres hipertensas com excesso de peso ou obesidade [Dissertation]. Lisboa: Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa/Instituto Politécnico de Lisboa; 2014.
Resumo: OBJETIVO: O principal objetivo deste estudo é analisar a função diastólica do Ventrículo Esquerdo (VE), em mulheres hipertensas que apresentem excesso de peso ou obesidade. INTRODUÇÃO: Alterações de relaxamento do VE tendem a alterar-se em mulheres, e a obesidade e a Hipertensão Arterial (HTA) são fatores de risco frequentemente associados à Disfunção Diastólica (DD). Com o agravamento da função diastólica, passa a coexistir a presença de sintomas e sinais clínicos sugestivos de Insuficiência Cardíaca (IC) e em casos mais avançados, depressão da fração de ejeção do VE. METODOLOGIA: 48 mulheres foram submetidas ao estudo ultrassonográfico, fazendo 11 parte do grupo de controlo (normotensas e peso óptimo) e 37 do grupo hipertenso e com valores ponderais aumentados. Foi utilizado um formulário como instrumento de recolha dos dados clínicos e ecocardiográficos. A análise dos parâmetros ecocardiográficos incidiu na ecocardiografia convencional (bidimensional e modo M) e na ecocardiografia avançada (Doppler tecidular). Todo o procedimento estatístico foi feito por recurso ao software SPSS (Statistical Package for the Social Sciences), versão 19.0. Na análise descritiva utilizaram-se frequências absolutas e relativas, medidas de localização e dispersão, e na análise comparativa utilizou-se o teste de Qui-quadrado e o teste t-Student ou a sua alternativa não-paramétrica, o teste de Mann-Whitney. RESULTADOS: Não foi possível relacionar a presença de DD entre as duas categorias do Índice de Massa Corporal avaliadas. No entanto, a DD pareceu estar relacionada com o controlo da HTA, sendo que valores tensionais controlados correlacionam-se positivamente com a diminuição da percentagem de casos com DD. Como também, a gravidade da HTA parece ser um fator adjuvante na presença de maiores casos de DD. No total, foram identificados 10 casos (27%) de DD no grupo de mulheres hipertensas. CONCLUSÕES: Ainda não se sabe se a DD é uma resposta adaptativa ou patológica às comorbilidades associadas. Todavia a promoção de um peso óptimo e uma alimentação cuidada isenta de sal resulta na melhoria da função diastólica do VE, podendo apresentar benefícios na prevenção e atraso do desenvolvimento futuro de IC.
ABSTRACT - OBJECTIVE: The aim of this study is to analyze the diastolic function of the Left Ventricle (LV) in hypertensive women with overweight or obesity. INTRODUCTION: Changes in LV relaxation tend to change in women, and obesity and Hypertension (HTN) are risk factors commonly associated with diastolic dysfunction (DD). With the worsening diastolic function, shall coexist the presence of symptoms and clinical signs of heart failure (HF) and in advanced cases, depression of LV ejection fraction. METHODS: 48 women were submitted to ultrasonography, making 11 of the control group (normotensive and optimal weight) and 37 hypertensive with increased weight values. A form was used as a tool for collection of clinical and echocardiographic data. The analysis of echocardiographic parameters focused on conventional echocardiography (two-dimensional and M mode) and advanced echocardiography (tissue Doppler). All the statistical procedure was done by using the SPSS software (Statistical Package for Social Sciences), version 19.0. The descriptive analysis used absolute and relative frequencies, measures of location and dispersion, and the comparative analysis used the t-Student test and Chi-square test or the alternative non-parametric Mann- Whitney test. RESULTS: There was no significant relation between the presence of DD and the two Body Mass Index categories evaluated. However, the DD appears to be related with the control of hypertension, which means that controlled blood pressure values are positively correlated with the decrease of percentage cases with DD. As well, the severity of hypertension appears to be a contributing factor in the presence of higher DD cases. In the overall, 10 cases (27%) were identified with DD in the group of hypertensive women. CONCLUSIONS: It is unclear if the DD is an adaptive or pathological response to associated comorbilities. However the promotion of optimum weight and a careful saltfree diet results in improved LV diastolic function, and may have benefits in the prevention and delay of the future development of HF.
Descrição: Mestrado em Tecnologia de Diagnóstico e Intervenção Cardiovascular - Ramo de especialização: Ultrassonografia Cardiovascular
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/4239
Aparece nas colecções:ESTeSL - Dissertações de Mestrado



FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.