Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/4122
Título: Práticas de inclusão com alunos com multideficiência no 2º e 3º ciclo
Autor: Ferreira, Eulália Maria de Jesus
Orientador: Silva, Francisco Vaz da
Nunes, Clarisse
Palavras-chave: Currículo
Estratégias de ensino
Inclusão
Multideficiência
Curriculum
Teaching strategies
Inclusion
Multiple disabilities
Data de Defesa: Dez-2014
Citação: Ferreira, E. M. J. (2014). Práticas de inclusão com alunos com multideficiência no 2º e 3º ciclo [Dissertação de mestrado] Escola Superior de Educação de Lisboa/Instituto Politécnico de Lisboa, Lisboa
Resumo: A presente dissertação foi elaborada no âmbito do Mestrado em Educação Especial: Problemas de Cognição e Multideficiência e resultou de uma pesquisa que procurou conhecer as práticas utilizadas por docentes do ensino regular dos 2º e 3º ciclo, que trabalham com alunos que frequentam uma unidade de apoio especializado à educação de alunos com multideficiência. O estudo, de cariz qualitativo, recorreu a várias técnicas de recolha de dados: pesquisa documental, entrevistas e observações diretas em contexto de sala de aula. A pesquisa permitiu perceber que os docentes do ensino regular acreditam desenvolver boas práticas de inclusão, pelo facto dos discentes com multideficiência (MD) frequentarem as aulas do ensino regular e pela criação de oportunidades de interação entre os alunos, promovendo o trabalho cooperativo entre os alunos. Fatores relativos aos recursos humanos também foram assinalados como aspetos positivos. Realça-se o facto de as assistentes operacionais acompanharem os alunos às aulas do ensino regular e aí permanecerem durante a totalidade da aula, bem como a existência de uma boa articulação entre os docentes do ensino regular e os da educação especial. Os docentes reconheceram ainda que a ausência de formação específica na área da educação especial em geral e na da comunicação alternativa em particular, dificulta o desenvolvimento da sua prática com os alunos com MD. Os resultados mostraram também que os docentes deverão investir na partilha e reflexão pedagógica, a fim de aprofundarem o conhecimento das necessidades dos alunos com MD e, assim, criar respostas educativas que se adequem a essas necessidades. O processo de inclusão dos três alunos com MD nas salas de aula do ensino regular, evidenciou como fragilidades: a escassa adaptação de materiais às necessidades dos alunos; a rara adaptação de atividades às especificidades dos alunos e ainda o fraco uso de estratégias adequadas às necessidades dos discentes.
ABSTRACT This work was prepared as part of the Masters in Special Education: Issues of Cognition and multiple disabilities and resulted from a survey that sought to understand the practices used by teachers in regular education 2nd and 3rd cycle, working with students attending a support unit specialized for students with multiple disabilities education. The study, a qualitative nature, resorted to various techniques of data collection: desk research, interviews and direct observations in the context of the classroom. The research allowed to realize that mainstream education teachers believe developing best practices for inclusion in the fact that students with multiple disabilities (MD) attend regular education classes and by creating opportunities for interaction among students, fostering cooperative work between students . Factors relating to human resources were also highlighted as positive aspects. We stress the fact that the business assistants accompany students to the ordinary classes and remain there for the entire class, as well as the existence of a smooth relationship between regular education teachers and special education. Teachers have acknowledged that the lack of specific training in the area of special education in general and alternative communication in particular, hinders the development of their practice with students with MD. The results also showed that teachers should invest in shares and pedagogical reflection in order to deepen the knowledge of the needs of students with MD and thus create educational responses that meet these needs. The process of inclusion of three students with MD in classrooms in regular education, as evidenced weaknesses: the sparse adaptation of materials to students' needs; the rare adaptation to the specific activities of the students and even the weak use of appropriate strategies to the needs of students.
Descrição: Dissertação apresentada à Escola Superior de Educação de Lisboa para obtenção do grau de mestre em Ciências da Educação Especialidade Educação Especial
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/4122
Aparece nas colecções:ESELx - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Práticas de inclusão com alunos com multideficiência no 2.º e 3.º ciclo.pdf1,13 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.