Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/4119
Título: Organização e tratamento de dados recolhidos nas rotinas das crianças na sala dos quatro anos
Autor: Cordeiro, Sandra Cristina Ramalho
Orientador: Rodrigues, Margarida
Palavras-chave: Jardim-de-infância
Gráficos
Aprendizagens numéricas
Kindergarten
Data analysis
Graphs
Numerical learning
Data de Defesa: Dez-2014
Citação: Cordeiro, S. C. R. (2014). Organização e tratamento de dados recolhidos nas rotinas das crianças na sala dos quatro anos [Dissertação de mestrado] Escola Superior de Educação de Lisboa/Instituto Politécnico de Lisboa, Lisboa
Resumo: A presente investigação enquadra-se na educação pré-escolar, no domínio da matemática, e tem como objetivo compreender como é que crianças de 4 e 5 anos representam e interpretam dados recolhidos nas rotinas diárias. Para tal, procura-se responder às seguintes questões: (1) Como é que as crianças transpõem os dados dos mapas de registo para os gráficos?; (2) Que interpretações fazem as crianças dos dados representados?; (3) Que aprendizagens numéricas são potenciadas pela representação e interpretação dos dados? e (4) Qual o papel do Educador de Infância no desenvolvimento nas crianças da capacidade de representar e interpretar dados? O estudo seguiu uma metodologia de investigação de natureza qualitativa, de caráter descritivo e interpretativo. O trabalho foi desenvolvido com todo o grupo de crianças da sala, onde a investigadora adotou o duplo papel de educadora e investigadora. A recolha de dados foi realizada com recurso a gravações de vídeo e áudio, feitas durante a aplicação das tarefas e foram ainda utilizadas notas de campo sobre o desempenho das crianças. As crianças transpuseram os dados dos mapas das suas rotinas de sala, sem revelarem dificuldades na compreensão do que se pretendia, através de uma diversidade de correspondências (termo a termo; um-muitos; muitos-um). Os resultados evidenciam a importância para as crianças da associação dos referentes concretos às representações usadas, pelo significado pessoal. Ao interpretarem as representações, as crianças fizeram contagens e compararam as frequências absolutas através da visualização gráfica, sendo que uma delas compreendeu que o total das figuras usadas no pictograma correspondia ao total de crianças na sala. Todo o trabalho desenvolvido em Organização e Tratamento de Dados (OTD) permitiu às crianças desenvolverem as suas competências numéricas ao (i) compararem a ordem de grandeza dos números, (ii) efetuarem adições envolvendo várias parcelas, e (iii) reconhecerem e utilizarem a notação simbólica dos números. Os resultados apontam, ainda para o papel crucial do Educador de Infância pela forma como orienta as atividades, pelo apoio prestado às crianças e pelo questionamento focado na interpretação dos dados.
ABSTRACT This research is part of the pre-school education in mathematics and aims to understand how children of four and five years old represent and interpret data collected in their daily routines. It seeks to answer the following questions: (1) How do children transpose data from maps into graphics?; (2) How do children interpret the represented data?; (3) What numerical learnings are improved by the representation and interpretation of data? and (4) What is the role of the kindergarten teacher in the development of children’s ability of representing and interpreting the data? The study followed one methodology of qualitative nature, with a descriptive and interpretative character. The work was developed with the whole group of children inside the classroom, where the researcher had the dual role of educator and researcher. Data collection was gathered with the aid of audio and video recordings and field notes were used focusing on the children’s performance. Children transposed the data of the maps’ daily routines without demonstrating comprehension difficulties regarding what was intended to do, through a diversity of correspondences (term by term; one-a lot; a lot-one). The results show the importance for children of the association of concrete referents to the representations, by personal meaning. When children interpreted the representations, they counted and compared the absolute frequencies through graphic visualization. One child understood that the total amount of the pictures pictogram corresponded to the number of children inside the classroom. All the work related with data organization, representation and analysis allowed children to improve their numerical competencies by (i) comparing the magnitude of numbers, (ii) performing additions with several numbers, and (iii) recognising and using the symbolic notations of numbers. The results demonstrate the crucial role of the kindergarten teacher due to the way (i) she coordinates the activities, (ii) she supports the children, and (iii) she questions the children to interpret the data.
Descrição: Dissertação apresentada à escola Superior de Educação de Lisboa para obtenção de grau de mestre em Educação Matemática na Educação Pré-Escolar e nos 1º e 2º Ciclos do Ensino Básico
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/4119
Aparece nas colecções:ESELx - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Organização e tratamento de dados recolhidos nas rotinas das crianças na sala dos quatro anos.pdf2,3 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.