Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/4028
Título: O efeito de um programa de fisioterapia na estabilização do prematuro
Outros títulos: The effect of a physiotherapy program in the premature infant’s stabilization
Autor: Amaral, Maria Fernanda
Palavras-chave: Fisioterapia
Medicina de reabilitação
Prematuro
Cuidados intensivos
Neonatologia
Posicionamento
Oximetria
Physiotherapy
Rehabilitation
Premature
Neonatology
Intensive care
Positioning
Oximetry
Data: Nov-2014
Editora: Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa
Citação: Amaral MF. O efeito de um programa de fisioterapia na estabilização do prematuro. Saúde & Tecnologia. 2014;(12):17-23.
Resumo: O número de bebés que nascem prematuros tem vindo a aumentar. É indiscutível a importância dos avanços tecnológicos e da pesquisa nas Unidades de Cuidados Intensivos de Neonatologia (UCIN), sendo essencial o papel desempenhado pelos fisioterapeutas nos cuidados prestados a estes bebés. As suas potencialidades só se desenvolvem na medida em que o bebé encontra estimulação e posicionamento adequado. Realizou‑se um estudo piloto na UCIN do Centro Hospitalar Lisboa Norte (CHLN), no período de julho de 2011 a março de 2012, em que se pretendeu avaliar o efeito de um programa de fisioterapia na estabilização do prematuro. Este programa consistiu em posicionar o prematuro em decúbito dorsal, lateral direito e lateral esquerdo e decúbito ventral, permanecendo em cada posição 5 minutos. O objetivo foi avaliar, durante a permanência do bebé na UCIN, a alteração nos seguintes parâmetros: frequência cardíaca (FC) e saturação de oxigénio (SatO2), antes e depois do tratamento. A amostra por conveniência incluiu no estudo 30 bebés prematuros, sendo 13 do género feminino e 17 do género masculino, que obedeceram a critérios específicos de inclusão. Para verificar as variáveis fisiológicas FC e SatO2 foi utilizado um Oxímetro de Pulso BCI 3401. Verificou‑se que a FC diminui e a SatO2 aumentou entre a primeira avaliação e a segunda avaliação, para a amostra total, assim como para os sujeitos do género feminino e os sujeitos do género masculino, para α = 0,05 e valor p≤0,001. Contudo, a diferença entre as médias dos dois momentos de avaliação da FC e da SatO2, em função do género, não revelaram diferenças estatisticamente significativas. Em conclusão, o estudo sugere que o programa de fisioterapia promove a melhoria da SatO2 e diminuição da FC, promovendo uma melhoria da estabilização do prematuro.
ABSTRACT - The number of babies born prematurely has increased. The importance of research and technological development in Neonatal Intensive Care Units (NICU) is unquestionable as well as the essential role played by physiotherapists in the care of these babies. Their development is only enhanced when stimulation and positioning are applied. A pilot study was applied in the NICU of the North Lisbon Hospital Centre (CHLN), between July 2011 and March 2012, to assess the physiotherapy program effect on the premature infant’s stabilization. This program consisted of positioning the premature in supine position, right and left lateral decubitus and prone position, remaining in each position for five minutes. The objective was to evaluate the change in the following parameters during the stay of the baby in the NICU: heart rate (HR) and oxygen saturation (SpO2) before and after treatment. A convenience sample was selected and included 30 premature infants, 13 females and 17 males, who followed the specific criteria for inclusion. To verify the physiological variables HR and SpO2 were used a BCI 3401 Pulse Oximetry. It was found that HR decreases and SpO2 increased between the first and second assessments estimate for the total sample, as well as female and male gender of the subjects, α=0.05 and p‑value (p≤0.001). However, the difference between the average of both periods of HR and SpO2 by gender did not show statistically significant differences. In conclusion, this study suggests that the physiotherapy program improved the SpO2 and decreased HR, promoting a better stabilization of premature infants.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/4028
ISSN: 1646-9704
Versão do Editor: https://web.estesl.ipl.pt/ojs/index.php/ST/article/view/1114
Aparece nas colecções:ESTeSL - Artigos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
O efeito de um programa de fisioterapia na estabilização do prematuro.pdf461,68 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.