Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/4018
Título: Ablação de vias acessórias por radiofrequência: características electrofisiológicas, técnicas e protocolos - Relatório de atividades
Autor: Martins, Cláudia Cristina Pires
Orientador: Carpinteiro, Luís
Palavras-chave: Cardiologia
Ablação
Radiofrequência
Arritmia
Fluoroscopia
Cardiology
Ablation
Radiofrequency
Arrhythmia
Fluoroscopy
Data de Defesa: 2013
Editora: Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa
Citação: Martins CC. Ablação de vias acessórias por radiofrequência: características electrofisiológicas, técnicas e protocolos - Relatório de atividades [Dissertation]. Lisboa: Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa/Instituto Politécnico de Lisboa; 2013.
Resumo: Este estudo tem como objetivo geral analisar o panorama atual do tratamento de vias acessórias por radiofrequência, descrever as características eletrofisiológicas, a localização das vias acessórias, as arritmias associadas, delinear o sucesso geral por localização e as complicações. Pretende-se também correlacionar a utilização do mapeamento eletroanatómico com o tempo de fluoroscopia, as recorrências e as complicações com a localização das vias acessórias. Foram analisados retrospetivamente 85 pacientes consecutivos portadores de vias acessórias que foram submetidos a estudo eletrofisiológico e a ablação por radiofrequência. Foram diagnosticadas 86 vias acessórias: 73,3% manifestas e 26,7% ocultas. As vias acessórias estavam localizadas na região dos anéis AV e apresentaram a seguinte distribuição: anterior direita: 2,3%; lateral direita: 2,3%; posterior direita: 1,2%; póstero-lateral direita: 3,5%; ântero-septal: 4,7%; médio-septal: 5,8%; póstero-septal: 26,7%; ântero-lateral esquerda: 2,3%; lateral esquerda: 31,4%; posterior esquerda: 3,5%; póstero-lateral esquerda: 16,3%. Foram induzidas arritmias em 68,2% dos pacientes e ocorreu associação de arritmias em 12,9% dos pacientes. O sucesso geral da ablação por radiofrequência foi de 94,1% e as complicações incidiram em 11,8% dos pacientes. A utilização de mapeamento eletroanatómico não influenciou o tempo de fluoroscopia, bem como as complicações e as recorrências não estavam associadas às localizações. Em suma, as vias laterais esquerdas foram dominantes, as arritmias auriculares as mais frequentes e a ablação por radiofrequência apresentou uma taxa de sucesso de 94,1% e 11,8% de complicações.
ABSTRACT - This study has the general objective to analise the current panorama of the treatment of accessories pathways by radiofrequency, describe the electrophysiological characteristics, location of accessories pathways, the associated arrhythmias, outline the general success by location and the complications. The aim is also to correlate the use of electroanatomic mapping with the fluoroscopy time, recurrences and complications with the location of accessory pathways. Retrospectively there were reviewed 85 consecutive patients with accessory pathways who underwent electrophysiological study and radiofrequency ablation. 86 accessory pathways were diagnosed: 73.3% manifest and 26.7% concealed. The accessory pathways were located in the region of the AV ring and showed the following distribution: anterior right: 2.3%; lateral right: 2.3%; posterior right: 1.2%; posterolateral right: 3.5%; anteroseptal: 4.7%; medioseptal: 5.8%; posteroseptal: 26.7%; anterolateral left: 2.3%; lateral left: 31.4%; posterior left: 3,5%; posterolateral left: 16.3%. Arrhythmias were induced in 68.2% of patients and were associated with arrhythmias in 12.9% of patients. The overall success of radiofrequency ablation was 94.1% and complications related in 11.8% of patients. The use of electroanatomic mapping did not influence the fluoroscopy time, as well as complications and recurrences were not associated with the locations. In short, the left side pathways were dominant, atrial arrhythmias and the most frequent radiofrequency ablation showed a success rate of 94.1% and 11.8% of complications.
Descrição: Mestrado em Tecnologia de Diagnóstico e Intervenção Cardiovascular - Ramo de especialização: Intervenção Cardiovascular
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/4018
Aparece nas colecções:ESTeSL - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Ablação de vias acessórias por radiofrequência.pdf1,8 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.