Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/3943
Título: Indisciplina na sala de aula: a perspetiva de professores do 3º Ciclo do Ensino Básico e do Ensino Secundário
Autor: Pinto, Sónia Cristina Vieira
Orientador: Silva, Francisco Vaz da
Palavras-chave: Indisciplina
Medidas de prevenção
Medidas corretivas
Medidas punitivas
Área disciplinar
Nível de ensino
Indiscipline
Measures of prevention
Corrective procedures
Punitive procedures
Curriculum areas
Levels of education
Data de Defesa: Nov-2014
Citação: Pinto, S. C. V. (2014). Indisciplina na sala de aula: a perspetiva de professores do 3º Ciclo do Ensino Básico e do Ensino Secundário [Dissertação de mestrado] Escola Superior de Educação de Lisboa/Instituto Politécnico de Lisboa, Lisboa
Resumo: A indisciplina na sala de aula tem vindo a ser objeto de estudo, uma vez que constitui uma problemática relevante na preocupação dos professores. Torna-se importante conhecer os contornos do problema para melhor se conseguirem definir estratégias para lidar com ele, contribuindo assim para uma melhoria da prática pedagógica. Considerámos como objetivos principais deste estudo: conhecer as perspetivas dos professores do 3º Ciclo do Ensino Básico e do Ensino Secundário de uma escola pública do concelho de Cascais sobre a indisciplina, as estratégias utilizadas pelos mesmos para prevenir/ dar resposta a situações de indisciplina, a sua perceção relativamente ao sucesso das estratégias utilizadas e, por último, verificar a existência de diferenças nas perspetivas dos professores em função das áreas curriculares lecionadas e os níveis de ensino. Relativamente à metodologia usada nesta investigação, adotou-se uma abordagem qualitativa, enveredando-se pela realização de entrevistas como técnica de recolha de dados. No que diz respeito aos comportamentos de indisciplina, os professores distinguiram aqueles que consideravam mais frequentes, menos frequentes, mais graves e menos graves, referindo situações que se enquadram em três categorias: a perturbação do trabalho na aula ou o desrespeito pelas regras; incidentes que afetam a dinâmica das relações entre pares e ainda ocorrências relacionadas com a relação professor-aluno. Encontramos perspetivas diferentes sobre a ocorrência de situações em função do nível de ensino, sendo os professores do 3º ciclo a mencionar a existência de um leque mais abrangente de incidentes. Com base nas respostas obtidas acerca das medidas de prevenção e de resposta utlizadas, os docentes referiram estratégias utilizadas na planificação das aulas para prevenir a ocorrência de incidentes, outras que são postas em prática durante as mesmas, procedimentos corretivos e punitivos. A maioria dos entrevistados acredita que as estratégias utilizadas não são suficientes para dar resposta aos problemas de indisciplina existentes e considera que as estratégias preventivas têm mais sucesso.
ABSTRACT Indiscipline in the classroom has been the object of study, since it is an emerging issue of concern to the teachers. It is crucial to know the outlines of the problem and define strategies to deal with it, thus contributing to an improvement of pedagogical practice. We considered as main objectives of this study: to learn about the perspectives of teachers of the 3rd cycle of basic and secondary education at a public school in Cascais about indiscipline, the strategies they use to prevent or deal with situations of indiscipline, their perception about the success of strategies used and lastly, check for differences in the perspectives of the teachers according to the curriculum areas and levels of education. Regarding the methodology used in this research, we adopted a qualitative approach, using interviews as a technique for collecting data. With regard to disruptive behaviors, teachers stood out those they considered more frequent, less frequent, more severe and less severe, mentioning situations that fall into three categories: the disruption of work in class or disrespect for the rules; incidents that affect the dynamics of peer relationships and further occurrences related to the teacher-student relationship. We found different perspectives regarding the occurrence of situations depending on the level of education, being the teachers of the 3rd cycle those who mention the existence of a wider range of incidents. Based on the answers obtained regarding the measures of prevention and response used, teachers mentioned strategies used in planning lessons / activities to prevent the occurrence of incidents were identified, and others that are used during the lessons, corrective and punitive procedures. The majority of teachers believe that the strategies used are not sufficient to address the problems of indiscipline, and consider that preventive strategies are more successful.
Descrição: Dissertação apresentada à Escola Superior de Educação de Lisboa para obtenção de grau de mestre em Ciências da Educação
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/3943
Aparece nas colecções:ESELx - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Indisciplina na sala de aula.pdf1,6 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.