Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/3929
Título: Adequações curriculares para os alunos com necessidades educativas especiais no 1º Ciclo do Ensino Básico: um estudo exploratório em três concelhos de Lisboa e de Vale do Tejo
Autor: Silva, Maria De Fátima Farinha
Orientador: Leite, Teresa
Fuertes, Marina
Palavras-chave: Educação Especial
Inclusão
Adequações curriculares
Education
Inclusion
Curriculum adjustments
Data de Defesa: Out-2014
Citação: Silva, M. F. F. (2014). Adequações curriculares para os alunos com necessidades educativas especiais no 1º Ciclo do Ensino Básico: um estudo exploratório em três concelhos de Lisboa e de Vale do Tejo [Dissertação de mestrado] Escola Superior de Educação de Lisboa/Instituto Politécnico de Lisboa, Lisboa
Resumo: O princípio fundamental da escola inclusiva consiste em que todos os alunos aprendam juntos, sempre que possível, independentemente das dificuldades e das diferenças que apresentem. (Declaração de Salamanca, 1994). Para o efeito, algumas crianças necessitam de adequações curriculares para conseguirem alcançar as metas finais de ciclo estabelecidas a nível nacional. O presente estudo foi realizado com o intuito de conhecer a representação de docentes do primeiro ciclo sobre a inclusão dos alunos com necessidades educativas especiais de caráter permanente e sobre as conceções e práticas de elaboração de adequação curricular para responder às necessidades específicas desses alunos. Para o efeito, aplicámos um questionário a 66 professores do primeiro ciclo do ensino básico tendo sido concebido a partir da análise de conteúdo de três entrevistas e, posteriormente, pré-testado. Em traços gerais, podemos referir que a elaboração de adequações curriculares surge tendencialmente definida como forma de acesso ao currículo comum e tendo por referência o ritmo de aprendizagem das crianças. Na sua conceção e operacionalização, há docentes que dão especial importância aos processos de simplificação e redução curricular em detrimento da definição de percursos diferenciados para acesso às metas comuns. A maioria dos docentes não assume efetivamente a responsabilidade da elaboração do PEI que a legislação lhes atribui, considerando que esta tarefa deverá ser desenvolvida pelo docente de educação especial. Os principais problemas dos docentes no que concerne à inclusão de alunos com NEE relacionam-se com as formas de gestão e com o desconhecimento sobre os processos de realização de adequações curriculares. Os resultados permitem também concluir que é necessário mais tempo para apoio individualizado do professor de Educação Especial ao aluno com NEE dentro da sala de aula, mais tempo para o trabalho colaborativo entre os docentes e ainda formação contínua sobre NEE.
ABSTRACT The fundamental principle of inclusive education consists in all children learning together, as much as possible, regardless of their difficulties and differences (Salamanca Statement, 1994). Some children need the curriculum adequacies in order to be able to meet the final learning aims established nationwide. The current study was carried out to see the way primary school teachers perceive the inclusion of pupils with lifelong special needs as well as understand their conceptions and practices in the curriculum adjustment process required to meet those pupils’ needs. We have asked 66 primary school teachers to respond to a pre-tested questionnaire created after the content analysis of three interviews. We can broadly say that the elaboration of adjustments in the curriculum is usually defined as a way of accessing the common curriculum, having as reference the children’s own learning rhythms. In the conception and operationalization process, some teachers give special importance to simplification and reduction adjustments in detriment of the definition of differentiated paths to meet the common learning goals. Most teachers do not effectively assume the responsibility conferred upon them by law in what respects the elaboration of the Individualized Educational Program. They consider it to be part of the special needs teacher’s tasks. The main problems revealed by the teachers in what concerns to the inclusion of pupils with special needs are related to organizational matters and to the lack of knowledge about the curriculum adjustments making process. The results of our study also allow us to conclude that more time is needed to provide children with individualized tutoring by the special needs teacher inside the classroom and more time is also needed for collaborative work among the teachers. There is, too, the need for more lifelong training courses in the Special Needs area.
Descrição: Dissertação apresentada à Escola Superior de Educação de Lisboa para obtenção de grau de mestre em Ciências da Educação, especialidade Educação Especial, ramo Problemas de Cognição e Multideficiência
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/3929
Aparece nas colecções:ESELx - Dissertações de Mestrado



FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.