Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/3819
Título: Prática de ensino supervisionado no 1.º e 2.º ciclo do ensino básico: a discussão no ensino exploratório da matemática
Autor: Silva, Raquel Alexandra Pereira da
Orientador: Rodrigues, Margarida
Palavras-chave: Construtivismo
Ensino exploratório da matemática
Discussão matemática
Resolução de problemas
Constructivism
Inquiry-based teaching of mathematics
Mathematical discussion
Problem solving
Data de Defesa: Jul-2014
Resumo: O presente relatório inclui-se na unidade curricular de Prática de Ensino Supervisionada II, no Mestrado em Ensino do 1.º e do 2.º Ciclo do Ensino Básico e surge na sequência de seis semanas de intervenção pedagógica numa turma do 1.º ano do 1.º Ciclo do Ensino Básico, numa escola de Lisboa. Ao longo da intervenção, realizou-se uma investigação centrada na fase de discussão das aulas de ensino exploratório da matemática, com a finalidade de analisar o modo mais proveitoso de selecionar e sequenciar as apresentações dos alunos e de conhecer o impacto desta fase no desenvolvimento da capacidade de resolução de problemas dos alunos. Neste sentido, este relatório tem como principal objetivo apresentar o processo de intervenção, com especial destaque para o tema investigado. Através de observação participante, de entrevista (informal) e de análise documental foi possível caracterizar a turma, avaliar os seus progressos e tirar conclusões relativamente às questões investigadas. As atividades foram planeadas com base nos princípios de construtivismo, cooperação, diferenciação pedagógica e integração curricular e, embora nem todos tenham sido operacionalizados como se pretendia, o balanço é bastante positivo, quer no que respeita à avaliação das aprendizagens dos alunos, quer relativamente à avaliação dos objetivos previstos para a intervenção. A investigação permitiu concluir que as discussões no ensino exploratório da matemática devem ser cuidadosa e intencionalmente orientadas pelo professor, o qual deve selecionar as resoluções que permitam esclarecer ideias matemáticas importantes e sequenciá-las de modo a permitir que todos compreendam o que é discutido e que essa fase conduz à sistematização das ideias, conceitos ou procedimentos visados nos objetivos da aula. Por sua vez, os alunos são levados a esclarecer continuamente os seus conhecimentos intuitivos e a contribuir para a clarificação das ideias dos pares, refletindo, o que influi positivamente na sua capacidade de resolução de problemas.
ABSTRACT The final report of supervised teaching practice is part of the course of Supervised Teaching Practice II for the Masters in Teaching 1st and 2nd Cycle. This report was developed during six weeks of teaching practice in a 1st year class in a primary school in Lisbon. Throughout the teaching practice, a research on the inquiry-based teaching of mathematics was developed, focusing on the mathematical discussion stage. The purpose of this research was to analyze which was the most suitable way to select and sequence students’ presentations of their responses to a problem, as well as to determine the importance of this stage to students’ problem solving. Therefore, the aim of this report is to present the strategies used during teaching practice, highlighting the research developed. Through observation and interaction with the group of students, it was possible to characterize the class. Questioning and analysis of documents (produced by the teacher, as well as the students) were also used. These were also the means to assess the students’ progress and to draw some conclusions regarding the research carried out. The activities were planned having the principles of constructivism as a guideline. Cooperation, respect for the students’ different stages of acquisition and an integrated curriculum were also taken into account. Although not all the principles were put into practice the way it was intended, the assessment of the students’ acquisitions, as well as the assessment of the goals set for the teaching practice can be considered quite positive. This research allowed us to conclude that mathematical discussions must be carefully and purposefully planned and monitored by the teacher, who must select and sequence students’ responses purposefully in order to ensure that important mathematical ideas are discussed and understood by all students. It also proved that this stage in inquiry-based teaching of mathematics leads to the generalization of mathematical ideas, concepts or strategies set as goals for the lesson. Explaining their approaches to a problem leads students to continuously clarify their intuitive knowledge, in addition to contributing to the clarification of their peers’ ideas, which is important in the development of mathematical problem solving.
Descrição: Relatório de Estágio apresentado à Escola Superior de Educação de Lisboa para obtenção de grau de mestre em Ensino do 1.º e do 2.º Ciclo do Ensino Básico
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/3819
Aparece nas colecções:ESELx - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
A discussão no ensino exploratório da matemática.pdf9,49 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.