Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/3804
Título: Efectividade do controlo da schistosomíase no Bengo
Autor: Lemos, Manuel
Sousa, Carlos Alberto Pinto de
Moura, Sofia
Mirante, Clara
Brito, Miguel
Palavras-chave: Prevenção na saúde
Schistosomíase urinária
Anemia
Saúde infantil
Angola
Província do Bengo
Data: Jan-2014
Citação: Lemos M, Sousa CA, Moura S, Mirante C, Brito M. Efectividade do controlo da schistosomíase no Bengo. In IX Congresso da Ordem dos Médicos de Angola, Centro de Convenções de Talatona, Luanda (Angola), 24-25 de Janeiro de 2014.
Resumo: Introdução - A schistosomíase é um agente causador de anemia e outras manifestações clínicas em crianças, comprometendo o seu crescimento e a sua performance escolar. Actualmente a principal iniciativa de controlo integrado da schistosomíase é a implementação de programas de administração massiva de praziquantel e albendazol na escola ou na comunidade para o controlo da endemia. Objectivo - O objectivo deste estudo foi avaliar a efectividade do tratamento massivo de crianças em idade escolar (6-15 anos) com praziquantel na redução da prevalência e intensidade da schistosomíase no Bairro Cabungo, Dande-Bengo.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/3804
Versão do Editor: http://www.medicahospitalarangola.com/ProgramaCongresso2014.pdf
Aparece nas colecções:ESTeSL - Comunicações

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Efectividade do controlo da schistosomíase no Bengo.pdf323,38 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.