Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/3799
Título: Perceções de doença como determinantes de comportamentos de saúde na asma
Autor: Guimarães, Teresa
Mateus, Vanessa
Palavras-chave: Doença crónica
Asma
Comportamento de saúde
Percepção de doença
Adesão à terapêutica
Data: 2013
Editora: Universidade do Algarve
Citação: Guimarães T, Faísca V. Perceções de doença como determinantes de comportamentos de saúde na asma. In Sousa SN, Pais-Ribeiro JL, Rezende MM, Heleno MG, Buela-Casal G, Tobal J, editors. Livro de Atas do II Congresso Ibero-Americano – III Luso-Brasileiro de Psicologia da Saúde. Faro: CIEO-Universidade do Algarve; 2013.
Resumo: Objetivos: Identificar e caracterizar perceções de doença e sua associação com níveis de adesão à terapêutica e controlo da doença na asma. Métodos: Estudo observacional-descritivo transversal cuja amostra é constituída por 33 estudantes asmáticos, de ambos os sexos e idade 18-29 anos (M=20,33; DP=2,04), que completaram o Illness Perception Questionnaire (IPQ-R), a Medida de Adesão aos Tratamentos (MAT) e o Asthma Control Test (ACT). Resultados: A maioria dos indivíduos percepciona a asma como doença crónica, cíclica, que pode ser controlada pela sua acção e/ou tratamento. A maioria apresenta um bom nível de controlo da asma, evidenciando 84,8% uma perceção adequada do controlo da sua doença. Embora apresentem um bom nível de adesão, apenas 28% toma medicação preventiva diariamente, referindo 45,2% já ter interrompido a medicação por se sentir melhor. Foram encontradas correlações significativas entre nível de adesão e perceção de duração cíclica da doença (rs (30)= -0,38; p<0,05), entre perceção de controlo através do tratamento e nível de controlo da doença (rs (33) = 0,386; p<0,05) e entre sintomas e perceção de controlo da doença (rs (33) = 0,737; p<0,01). Conclusões: Os resultados evidenciam o papel das perceções de doença na adoção de comportamentos de saúde na asma, nomeadamente a adesão à terapêutica, que vão traduzir-se no nível de controlo alcançado pelos doentes. Desenvolver intervenções individualizadas, centradas no doente, que contribuam para corrigir crenças inadequadas poderá, pois, potenciar um envolvimento ativo do doente no controlo da sua doença, contribuindo para uma melhoria da sua Qualidade de Vida.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/3799
ISBN: 978-989-20-3934-3
Versão do Editor: http://www.abpsa.com.br/wp-content/uploads/2013/02/Psicologia_Sa%C3%BAde_Programa_Final.pdf
Aparece nas colecções:ESTeSL - Artigos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Perceções de doença como determinantes de comportamentos de saúde na asma.pdf162,32 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.