Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/3764
Título: Relação entre bem-estar, adesão ao tratamento e funcionamento sexual na epilepsia
Outros títulos: Relationship between well-being, treatment compliance and sexual functioning in epilepsy
Autor: Meneses, Rute
Pais-Ribeiro, José Luís
Pedro, Luísa
Silva, Isabel
Cardoso, Helena
Mendonça, Denisa
Vilhena, Estela
Martins, Ana
Martins-da-Silva, António
Palavras-chave: Doença crónica
Epilepsia
Bem-estar
Adesão à terapêutica
Comportamento sexual
Chronic disease
Epilepsy
Well-being
Therapeutic compliance
Sexual behavior
Data: 2013
Editora: Asociación Española de Psicología Conductual
Citação: Meneses R, Pais-Ribeiro JL, Pedro L, Silva I, Cardoso H, Mendonça D, et al. Relação entre bem-estar, adesão ao tratamento e funcionamento sexual na epilepsia. In Quevedo-Blasco R, Quevedo-Blasco V, editors. Avances en psicología clínica. Santiago de Compostela: Asociación Española de Psicología Conductual; 2013. p. 970-7.
Resumo: Cada vez mais os profissionais de saúde aspiram contribuir para o maior bem-estar possível dos seus doentes. Neste contexto, torna-se indispensável identificar variáveis, idealmente passíveis de ser modificadas, que estejam relacionadas com o bem-estar dos doentes. Assim, o objectivo do presente estudo é explorar a relação entre bem-estar geral (BEG), adesão ao tratamento (AT) e funcionamento sexual (FS) em indivíduos com epilepsia. Foram avaliados 79 indivíduos com epilepsia (59,5% do sexo feminino; idade: M = 36,10, DP = 11,09; diagnóstico (anos): M = 19,72, DP = 11,50), recorrendo a um Questionário Sócio-demográfico e Clínico, ao Índice de Bem-estar Pessoal, à Medida de Adesão aos Tratamentos e à Escala de Funcionamento Sexual da Multiple Sclerosis Quality of Life Scale com 54 itens (MSQOL-54). Verificaram-se bons indicadores globais de BEG, AT e FS na amostra. Verificaram-se correlações estatisticamente significativas entre o BEG e: a AT (rs(75) = 0,37, p ≤ 0,001) e o FS feminino (rs(35) = -0,44, p ≤ 0,008). Não se verificou uma correlação estatisticamente significativa entre BEG e FS masculino. Ao analisar os indicadores parciais, verificou-se que o FS masculino se correlacionava apenas com a satisfação com a segurança do seu futuro (rs(31) = -0,40, p ≤ 0,03), enquanto o FS feminino se correlacionava com este indicador (rs(35) = -0,36, p ≤ 0,04), com a satisfação com o seu nível de vida (rs(34) = -0,37, p ≤ 0,04) e com a satisfação com a sua vida espiritual ou com a sua religião (rs(35) = -0,40, p ≤ 0,02). Sem esquecer o efectivo da amostra e os indicadores genericamente positivos da mesma, os presentes resultados sugerem que a promoção da AT pode saldar-se por melhorias no BEG dos indivíduos com epilepsia. Já a intervenção ao nível do FS parece apenas promissora, ao nível do BEG, para as doentes. Novas variáveis devem ser exploradas, para que se consigam identificar os melhores preditores do BEG (de amostras mais amplas) destes doentes.
ABSTRACT - Health care professionals are increasing aspiring to contribute to the highest well-being possible of their patients. In this context, it is essential to identify variables, ideally variables that can be modified, that are related to patients’ well-being. Therefore, the aim of the present study is to explore the relationship between general well-being (GWB), treatment compliance (TC) and sexual functioning (SF) in individuals with epilepsy. A total of 79 individuals with epilepsy (59,5% female; age: M = 36.10, SD = 11.09; diagnosis (years): M = 19.72, SD = 11.50) were assessed using a Socio-demographic and Clinical Questionnaire, the Personal Wellbeing Index, the Measure of Treatment Compliance and the Sexual Functioning Scale of the Multiple Sclerosis Quality of Life Scale with 54 items (MSQOL-54). Good global indicators of GWB, TC and SF were found in the sample. Statistically significant correlations were found between GWB and: TC (rs(75) = .37, p ≤ .001) and female SF (rs(35) = -.44, p ≤ .008). There were no statistically significant correlations between GWB and male SF. Considering the partial indicators, it was found that male SF correlated only with the satisfaction with safety regarding his/her future (rs(31) = -.40, p ≤ .03), while female SF correlated with this indicator (rs(35) = -.36, p ≤ .04), with the satisfaction with his/her level of life (rs(34) = -.37, p ≤ .04) and with satisfaction with his/her spiritual life or religion (rs(35) = -.40, p ≤ .02). Albeit the sample’s size and its generally positive indicators, the present results suggest that promoting TC may lead to a better GWB of the epileptic patients. The intervention focusing SF appears promising only to female patients, when GWB is considered. News variables should be explored in order to identify the best GWB predictors (of larger samples) of these patients.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/3764
ISBN: 9788469569870
Versão do Editor: http://www.ispcs.es/xicongreso/libros/librocapitulos.pdf
Aparece nas colecções:ESTeSL - Artigos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Relação entre bem-estar, adesão ao tratamento e funcionamento sexual na epilepsia.pdf8,54 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.