Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/360
Título: A percepção dos técnicos de anatomia patológica e médicos anatomo-patologistas quando à delegação do exame macroscópico aos técnicos de anatomia patológica
Autor: Marques, Ana J.
Areia, Filipa R.
Marques, Vanda M.
Casimiro, Paula
Mendonça, Paula
Palavras-chave: Técnico de Anatomia Patológica
Perfil profissional
Exame macroscópico
Meio laboratorial
Meio hospitalar
Região de Lisboa e Vale do Tejo
Data: Dez-2007
Editora: Associação Portuguesa de Técnicos de Anatomia Patológica
Citação: Marques AJ, Areia FR, Marques VM, Casimiro P, Mendonça P. A percepção dos técnicos de anatomia patológica e médicos anatomo-patologistas quando à delegação do exame macroscópico aos técnicos de anatomia patológica. Mícron. 2007;10(14):22-6.
Resumo: Dado o reduzido número de Médicos Anatomo-Patologistas (MAP) e o crescente interesse demonstrado pelos Técnicos de Anatomia Patológica (TAP) numa delegação de tarefas a nível do exame macroscópico, considerou-se pertinente realizar um estudo que abordasse a possibilidade de expandir as actividades profissionais dos TAP à realização do mesmo. Este estudo pretendeu averiguar qual a percepção dos dois grupos profissionais, no exercício, na região de Lisboa e Vale do Tejo, sobre o tema em causa. Este estudo exploratório sustentado no modelo de formação dos Pathologist's Assistants em vigor nos EUA, teve como variáveis as competências dos TAP na realização do exame macroscópico e a percepção dos TAP e dos MAP no respeitante a esta questão. O principal instrumento de recolha de dados foi um questionário, sujeito a análise estatística, aplicado em 13 hospitais da região acima referida (n=108 indivíduos). Cerca de 95% dos TAP e 75% dos MAP concordam com a existência de TAP com formação específica para a realização do exame macroscópico. A percepção de ambos os grupos profissionais relativamente à aquisição desta nova competência pelos TAP é bastante favorável. Contudo, a maioria (65,85% dos TAP e 94,44% dos MAP) defende que deveria haver restrição do tipo de amostras no exame macroscópico a realizar pelos TAP, devendo estas ser definidas pela necessidade de cada serviço. Conclui-se existir um evidente interesse de ambos os grupos profissionais na reestruturação da formação dos TAP que poderá viabilizar a realização do exame macroscópico por parte destes profissionais de saúde.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/360
ISSN: 0874-1433
Aparece nas colecções:ESTeSL - Artigos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
A percepção dos técnicos de AP e médicos anatomo-patologistas.pdf1,74 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.