Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/3345
Título: Análise prospetiva de modelos de transporte e usos do solo
Autor: Furtado, Diana Raquel de Andrade Álvares
Orientador: Martins, Paulo José de Matos
Palavras-chave: Microssimulação
Microsimulation
Modelos de transportes e usos de solo
Land use transport models
Planeamento urbano
Urban planning
Simulação urbana
Urban simulation
OPUS
UrbanSim
Data de Defesa: Dez-2013
Editora: Instituto Superior de Engenharia de Lisboa
Citação: FURTADO, Diana Raquel de Andrade Álvares - Análise prospetiva de modelos de transporte e usos do solo. Lisboa: Instituto Superior de Engenharia de Lisboa, 2013. Dissertação de mestrado.
Resumo: Os usos do solo e os sistemas de transportes interagem de forma crucial na perceção do desenvolvimento económico, na qualidade de vida e na sustentabilidade das áreas urbanas. Devido à crescente necessidade de organizar o espaço urbano e à complexidade do mesmo, surgiram os modelos de transporte e usos do solo. Estes modelos começaram a ser desenvolvidos nos anos 50 e 60 do século passado e esse trabalho de desenvolvimento dura até à atualidade, para dar resposta à dificuldade em antecipar os efeitos de determinadas políticas, no que diz respeito ao padrão de usos do solo. Um dos modelos de transporte e usos do solo desenvolvido foi o UrbanSim, desenvolvido por uma equipa da Universidade da Califórnia sob a coordenação do professor Paul Waddell. Este modelo é um sistema integrado de microssimulação de modelos para planear e analisar o desenvolvimento urbano, incorporando a interação entre o uso do solo, os transportes e as políticas públicas. O UrbanSim é essencial na previsão do impacto de políticas de desenvolvimento urbanístico em grandes cidades e áreas metropolitanas. Assim, concretamente na área dos Transportes, o UrbanSim assume grande utilidade, pois, por exemplo, o impacto nos usos de solo de uma alteração na rede de transportes pode ser previsto através de uma simulação efetuada a partir deste modelo e vice-versa. O UrbanSim começou por ser aplicado nos Estados Unidos da América (em Eugene, no estado de Oregon) e, a partir daí, começou a ser utilizado em vários outros estados norte americanos e até em cidades europeias, africanas e asiáticas, perfazendo um total de 21 áreas metropolitanas onde já foram ou estão a ser feitas aplicações. Atualmente, o UrbanSim apresenta uma plataforma aberta, o OPUS, com uma interface gráfica do utilizador, que tem como principal vantagem o fato de, sendo open source, estar acessível gratuitamente à comunidade científica em geral.
Abstract: Land use and transport systems interact in a crucial way on the perception of economic development, quality of life and sustainability of urban areas. Land use transport models appeared due to the rising of the necessity to organize the urban space and its complexity. Thesemodels started to develop on the 50’s and 60’s of the twentieth century and were continued until nowadays, to respond to the difficulty in anticipating the effects of given policies, regarding land use pattern. One of the land use transport models developed by Paul Waddell and his team of the California University, was UrbanSim. This model is an integrated system based on microsimulation models in order to plan and analyze the urban development, embedding the interaction between land use, transports and public policies. UrbanSim is essential on the prediction of the impact of urban development policies in big cities and metropolitan areas. Specifically on the transports area, UrbanSim assumes a big value because it can predict what would be the impact, on land use of a change in the transport network using a simulation made by this model and vice versa. UrbanSim was first used in the United States of America (in Eugene, Oregon) and, since then, in many American states and European, African and Asian cities, which are already using themodel, in a total of 21 metropolitan areas, with many applications already done or in development. Currently, the UrbanSim presents an open platform, also known as OPUS, with a graphical user interface, which has the advantage of being freely accessible to the scientific community in general as an open source tool, allowing a free access/use to everybody.
Descrição: Dissertação para obtenção do grau de Mestre em Engenharia Civil na Área de Especialização de Vias de Comunicação e Transportes
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/3345
Aparece nas colecções:ISEL - Eng. Civil - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação.pdf3,61 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.