Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/3233
Título: Questões de género nas estruturas hierárquicas do jornalismo televisivo: o caso da SIC
Autor: Marques, Diana Catarina de Freitas
Orientador: Lopes, Anabela de Sousa
Palavras-chave: SIC
Jornalismo televisivo
Questões de género
Feminismo
Gender issues
Journalism
Feminism
Data de Defesa: Nov-2013
Editora: Escola Superior de Comunicação Social
Citação: Marques, Diana Catarina de Freitas - Questões de género nas estruturas hierárquicas do jornalismo televisivo: o caso da SIC. Lisboa: Escola Superior de Comunicação Social, 2013. Relatório de estágio de mestrado.
Resumo: O presente relatório de estágio foi elaborado no âmbito do Mestrado em Jornalismo, da Escola Superior de Comunicação Social de Lisboa, com vista à obtenção do grau de mestre. Assim sendo, este documento dá conta do meu percurso de estágio realizado na Sociedade Independente de Comunicação (SIC), iniciado a 10 de Dezembro de 2012 e terminado a 10 de Junho de 2013. Tendo em conta as questões de género como base fundamental de todo este trabalho, tentei verificar a existência da desigualdade entre homens e mulheres na SIC, nomeadamente analisando o acesso das mulheres a lugares de chefia. Posto isto, a principal conclusão verificada foi que, de facto, existem mais mulheres jornalistas do que homens; contudo, não é possível falar-se de discriminação entre sexos, apesar de se confirmar que, socialmente e dentro da empresa, há tendência para se pensar de maneira diferente em relação a cada um dos géneros.
ABSTRACT: This internship report was prepared as part of the MA in Journalism at the Higher School of Communication and Media Studies. Thus, it gives an account of my journey of training held at the Society of Independent Communication (SIC), started December 10th 2012 and ending on June 10th 2013. Taking into account gender issues as a fundamental basis of all this work, I tried to verify the existence of inequality between men and women at SIC, in particular by examining women's access to leadership positions. Hence, the main conclusion was verified that, in fact, there are more women journalists than men; however, it is not possible to speak of gender discrimination although they confirm that socially and within the company, there is a tendency to think differently in relation to each of the genders.
Descrição: Relatório de estágio apresentado à Escola Superior de Comunicação Social como parte dos requisitos para obtenção de grau de mestre em Jornalismo.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/3233
Aparece nas colecções:ESCS - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
RELATORIO DM.pdf3,07 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.