Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/3202
Título: Meios de comunicação como instrumentos de inserção da comunidade cabo-verdiana na sociedade de acolhimento: o caso da área metropolitana de Lisboa
Autor: Brito, Marlene Silva de
Orientador: Rezola, Maria Inácia
Palavras-chave: Associativismo
Comunidade cabo-verdiana
Meios de comunicação
Informação de proximidade
Inserção
Associations
Cape Verdean Community
Media
Proximity Information
Integration
Data de Defesa: Nov-2013
Editora: Escola Superior de Comunicação Social
Citação: Brito, Marlene Silva de - Meios de comunicação como instrumentos de inserção da comunidade cabo-verdiana na sociedade de acolhimento: o caso da área metropolitana de Lisboa. Lisboa: Escola Superior de Comunicação Social, 2013. Dissertação de mestrado.
Resumo: A comunidade cabo-verdiana tem raízes antigas em Portugal. Desde cedo, este grupo de estrangeiros procurou realizar uma informação de proximidade, junto da sua comunidade, socorrendo-se, para tal, dos mais variados meios (boletins, panfletos e mais recentemente dos meios digitais). Neste sentido, quisemos estudar os meios de comunicação e de informação da comunidade cabo-verdiana residente na Área Metropolitana de Lisboa. Para tal, tivemos como ponto de partida as associações cabo-verdianas, que surgiram com a chegada deste grupo de imigrantes, com o intuito de defender os seus direitos e deveres e de os manter próximos do país de origem. Assim, procurámos perceber que meios é que existem, quais as suas funções e se os mesmos contribuem para a inserção do imigrante no país de acolhimento. O presente estudo revelou que as associações cabo-verdianas utilizam uma variedade de instrumentos desde “o boca a boca”, passando pelo telefone e os meios digitais. Contudo, apesar desta diversidade de ferramentas elas não conseguem chegar às diferentes camadas da comunidade, por não terem tempo e verba disponível. No que diz respeito aos órgãos de comunicação encontramos apenas dois. Um programa de rádio e uma revista, que sobrevivem com algumas dificuldades económicas e que são pouco reconhecidos pela comunidade. De um modo geral, apesar das dificuldades vivenciadas, as associações, através dos seus meios, desempenham um papel fundamental na transmissão da informação considerada útil para a inserção do imigrante. No entanto, o estudo demonstrou que ainda há um caminho longo a percorrer, tendo em vista a melhoria da informação e dos órgãos a serem utilizados, que procuram realizar um jornalismo de proximidade.
The Cape Verdean community has ancient roots in Portugal. Early on, this group of foreigners sought to disseminate information within their own community, using a variety of media (newsletters, flyers and more recently, digital media). In this regard, we wanted to study the means of communication used by Cape Verdean community in Lisbon Metropolitan Area. To this end, we started our investigation by focusing on the Cape Verdean associations that emerged with the arrival of this immigrant group, in order to defend their rights and duties and maintain connections to their homeland. So, we examined their means of communication, the functions they serve, and their contribution to the integration of immigrant in host country. This study revealed that Cape Verdean associations use a variety of means, such as “word of mouth”, phone or digital media. However, despite this diversity of tools, they are not able to reach the entire community due their time and budget constraints. Concerning, the media, only two communication tools have survived- a radio program and a magazine- although they face some economic difficulties and little community recognition. Despite the difficulties, through their media, associations play a key role in the diffusion of information regarded as useful for the integration of immigrants. However, this study showed that there is still a long way to go in order to improve the information and means of communication, in order to achieve proximity journalism.
Descrição: Dissertação apresentada à Escola Superior de Comunicação Social como parte dos requisitos para obtenção de grau de mestre em Jornalismo.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/3202
Aparece nas colecções:ESCS - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
tese_Marlene_Brito.pdf2,31 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.