Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/3157
Título: A estrutura da narrativa na escrita dos alunos surdos
Autor: Rosa, Clarisse Francisca Ganço
Orientador: Sim-Sim, Inês
Palavras-chave: Educação bilingue
Língua gestual portuguesa
Linguagem escrita
Língua materna
Narrativa escrita
Deaf pupil
Bilingual education
Portuguese sign language
Narrative writing
Data de Defesa: Out-2009
Citação: Rosa, CFG. A estrutura da narrativa na escrita dos alunos surdos [Dissertation]. Escola Superior de Educação de Lisboa/Instituto Politécnico de Lisboa; 2009.
Resumo: Este estudo tem como objectivo central a análise comparativa da estrutura narrativa na escrita dos alunos surdos, procurando avaliar a sua capacidade para contar uma história por escrito e identificar as suas principais dificuldades comparativamente aos alunos ouvintes, assim como eventuais semelhanças com outros alunos que frequentam a escola portuguesa e que não têm como língua materna o Português. Elegemos dois grupos de alunos, um grupo de surdos (severos e profundos) e um grupo de ouvintes, aos quais foi aplicada uma prova de escrita, a partir de uma sequência de imagens. Para o grupo de surdos foi elaborada uma ficha sociolinguística para recolha de dados pessoais e linguísticos, com possível impacto nas suas produções escritas. Para a análise da estrutura do género narrativo escrito adaptámos o modelo utilizado pelo ILTEC no estudo sobre diversidade linguística na escola portuguesa (Mateus, Pereira, & Fischer, 2008) e que teve como objectivo conhecer as línguas que existiam nas escolas portuguesas e compreender as suas implicações na aprendizagem, nomeadamente da língua portuguesa. Os resultados obtidos, impossíveis de generalizar dado o número limitado da amostra, revelam que os alunos surdos conseguem escrever um texto narrativo respeitando algumas marcas fundamentais desse tipo de texto, embora com desempenhos inferiores aos alunos ouvintes em muitos dos parâmetros analisados, nomeadamente a localização temporal, a utilização adequada dos tempos verbais ao género narrativo, a articulação entre os eventos narrados e a introdução das personagens. Algumas destas dificuldades remetem para aspectos mais ligados à coesão e à sintaxe, aproximando-se assim dos resultados obtidos por outros grupos de alunos que não têm o Português como língua materna, podendoexistir aqui, à semelhança do que acontece com outros grupos linguísticos, alguma influência do factor língua materna.
Abstract The main goal of the present research is the analysis of the narrative structure in the writing of deaf pupils, evaluating their capacity to tell a written story and identify the main difficulties, comparatively with hearing pupils as well as eventual similitude with other not Portuguese native tongue pupils attending Portuguese school. We selected two groups of pupils, one with (severe and profound) deaf children and a second with normal hearing children. Both groups were asked to produce a text observing a set of images. We elaborated a sociolinguistic filling card for the group of deaf pupils, enabling us to collect personal and linguistic data of possible impact on their writing. We adapted a model developed by ILTEC to study linguistic diversity in Portuguese school (Mateus, Pereira & Fischer, 2008), designed to learn about languages used by pupils in Portuguese schools and understand its implication in learning processes, namely of Portuguese. The results we obtained have low statistical significance due to the limited number of the sample. Anyhow, they reveal that deaf pupils succeed in writing a narrative text respecting some keystones of this kind of text, although with less performance than hearing pupils. This occurs in a large range of analysed parameters, namely time location, correct use of tenses for narratives and articulation between narrated events and the introduction of characters. Some of those difficulties refer to cohesion and syntax, approaching the results obtained by other groups of non Portuguese native tongue pupils. This could suggest some influence of the native language factor, as it occurs in other linguistic groups.
Descrição: Dissertação apresentada à Escola Superior de Educação de Lisboa para obtenção de grau de mestre em Ciências da Educação - Especialização em Educação Especial
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/3157
Aparece nas colecções:ESELx - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
A estrutura da narrativa na escrita dos alunos surdos.pdf941,41 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.