Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/3139
Título: A transição de aluno a professor: dificuldades e desafios
Autor: Rocha, Teresa Maria de São José Ribeiro
Orientador: Pereira, Maria da Conceição Figueira Santos
Palavras-chave: Formação de professores
Desenvolvimento profissional do professor
Professor principiante
Indução profissional
Histórias de vida de professores
Teachers' training
Teacher's professional development
Beginners teacher
Professional induction
Teachers' life stories
Personal experience
Data de Defesa: Dez-2013
Citação: Rocha, TMSJR. A transição de aluno a professor: dificuldades e desafios [Dissertation]. Escola Superior de Educação de Lisboa/Instituto Politécnico de Lisboa; 2013.
Resumo: Os estudos sobre a inserção profissional dos novos professores, quer no contexto nacional, quer no contexto internacional reenviam-nos para um conjunto de aspetos que, devido ao seu âmbito e dimensão, nos parecem dignos de tomadas de medidas no sentido de uma inserção profissional com características que os ajudem a ultrapassar essa fase do seu percurso, de modo mais seguro e calmo, tal como acontece com outras profissões, designadamente dos médicos, engenheiros, arquitetos, entre outros. É sobre esta problemática que pretendemos desenvolver a nossa dissertação de mestrado, mais precisamente centrar a nossa pesquisa no percurso profissional de ex-alunos diplomados pela Escola Superior de Educação de Lisboa no curso de Licenciatura em 1º Ciclo do Ensino Básico no ano letivo 2006/2007. O objetivo geral do estudo é, assim, descrever e compreender o desenvolvimento profissional desses novos professores, identificar as dimensões mais relevantes da sua inserção profissional, os fatores que o condicionam e os contextos que o restringem ou simplificam. É ainda nossa intenção, com base nos resultados do estudo, identificar dispositivos de acompanhamento que, neste contexto se revelem facilitadores da inserção dos novos professores. Do ponto de vista metodológico este estudo recorre a abordagens qualitativas, interpretativas, com recurso particular a abordagens narrativo-biográficas (através da utilização da entrevista semiestruturada a seis professores). O tratamento de dados, muito embora influenciado pelo referencial teórico e pelas convicções da investigadora, seguiu os passos recomendados para a análise de conteúdo por Bardin (2008). Não obstante, as categorias emergiram dos dados em análise. A investigação desenvolveu-se ao longo de um ano letivo (2011-2012). Foram identificadas as seguintes questões que, no seu conjunto, orientaram o desenvolvimento deste estudo: 1) Quais as implicações da formação inicial no desempenho da profissão?; 2) Quais as principais dificuldades / problemas com que se defrontaram os novos professores na inserção na profissão?; 3) Como atuam os professores principiantes?; O que mudam nas suas práticas, o que perdura?; 4) Como se incrementa o sentimento de pertença ao novo grupo profissional?; 5) Quais as particularidades dos contextos de trabalho em que estes professores se encontram integrados que se revelam facilitadoras e/ou constrangedoras da sua inserção profissional? Os resultados do estudo revelam a natureza dos problemas vividos pelos professores à entrada na profissão, bem como as formas que encontraram para os ultrapassar: problemas relacionados com a assunção da nova identidade profissional, gestão da sala de aula, relacionais e de integração na cultura da escola. A ausência de apoio e acompanhamento nos contextos de trabalho foi superada pela procura de respostas junto dos ex-colegas da formação inicial e, ainda, na sua inserção num grupo cooperativo igualmente na escola de formação inicial. Os resultados evidenciam a necessidade de implementação de programas de indução para acompanhamento aos novos professores, orientados pelas instituições de formação e pelos contextos de trabalho.
Abstract The studies about the professional integration / employability of new teachers, both at a national and international level / context, send us back to a set of aspects that, due to their field and dimension, seem worthy of the implementation of employability measures with features that help beginner teachers to overcome this stage of their career in a safer and smoother way, similarly to what happens in diferent professions, such as medicine, engineering, architecture, among others. We pretend to develop our master thesis about this thematic, more precisely we will center our research on the professional journey of some graduate students of Primary Education Degree from Escola Superior de Educação, in the year of 2007/2008. The general objetives of this study is to describe and understand the professional development of these new teachers, to identify the relevant dimensions of their professional integration, its conditioning factors, as well as the contexts that restrict or simplify them. Based on the results, we intend to identify the mentoring processes which, in this context, seem to facilitate the integration of new teachers. From a methodology standpoint, this study resorts to qualitative approaches of an interpretative paradigm, in particular, with use of biographic narrative approach through semistructured interviews to 6 teachers. The length of investigation was of one academic year (from 2011 to 2012). The following questions were identified, which in its whole guided the development of the study: 1) What are the implications of the initial education in the profession's performance?; 2) What are the main difficulties/problems faced by new teachers when entering their profession?; 3) How do beginner teachers react?; What changes they make in their practices, and what do they keep?; 4) How to develop the feeling of belonging towards their new professional group?; 5) Which are the characteristics of the work contexts of these teachers that facilitate and/or constraint their professional integration? The results show which problems that teachers faced at the beginning of their careers and the ways they found to overcome them. In particular the ones related to the classroom, professional relationships and integration in the school’s culture. The lack of support and mentoring in the work contexts has been overcome by the creation of an informal support group. The results reveal there's a need for induction programs, this need is also supported by the participants, whose suggestions are aligned with the information retrieved from the literature and investigations in the area.
Descrição: Dissertação apresentada à Escola Superior de Educação de Lisboa para a obtenção do Grau de Mestre em Ciências da Educação - especialidade Supervisão em Educação
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/3139
Aparece nas colecções:ESELx - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
A transição de aluno a professor.pdf1,11 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.