Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/3135
Título: Práticas curriculares em jardim de infância com crianças com perturbações do espetro do autismo
Autor: Marques, Sandra
Orientador: Leite, Teresa
Palavras-chave: Educação inclusiva
Perturbações do espetro do autismo
Jardim de infância
Práticas de intervenção
Inclusive education
Autism spectrum disorder
Preschool
Intervention practices
Data de Defesa: Dez-2013
Citação: Marques, S. Práticas curriculares em jardim de infância com crianças com perturbações do espetro do autismo [Dissertation]. Escola Superior de Educação de Lisboa/Instituto Politécnico de Lisboa; 2013.
Resumo: A educação inclusiva assume um papel central na sociedade e as escolas, nomeadamente, os docentes, têm a função de proporcionar experiências de aprendizagem bem sucedidas a todos os alunos. Com formas únicas e alternativas de pensar e encarar o mundo, as crianças com perturbações do espetro do autismo (PEA), integram as turmas de jardim de infância do ensino regular, cada vez com mais frequência. Tendo em conta que a intervenção com as PEA deve ser o mais intensiva e precoce possível, o educador de infância tem um papel preponderante nesta intervenção. Este estudo tem como objetivo conhecer as conceções e as práticas dos Educadores de Infância na sua atividade diária com crianças com PEA em grupos de educação regular, procurando compreender: as suas principais preocupações e dificuldades no trabalho com a criança com PEA, as adequações no planeamento curricular para a criança com PEA e o tipo de participação da criança com PEA nas tarefas e rotinas do grupo. De caráter exploratório, este trabalho centrou-se em três grupos de jardim de infância do mesmo agrupamento de escolas, que incluíam crianças com PEA. Para a recolha de dados utilizámos as técnicas da entrevista e da observação direta em sala de jardim de infância. Concluímos que os educadores de infância sentem dificuldades no trabalho com crianças com PEA devido, principalmente, às caraterísticas especificas da problemática mas também, devido à falta de recursos humanos. Existe a preocupação com a incerteza do futuro destas crianças e com os efeitos que esta inclusão possa ter na aprendizagem do restante grupo. Escasso trabalho em equipa por parte dos agentes educativos e uma avaliação desadequada são outras das preocupações referidas. Realizando adequações em algumas das atividades, existe uma tentativa constante em incluir as crianças com PEA em todas as rotinas e tarefas do grupo e em promover a interação entre todas as crianças.
ABSTRACT Inclusive education plays an essential role in society and schools, namely, to teachers whose job implies providing successful learning experiences to all students. With unique and alternative ways of thinking and facing the world, children with autism spectrum disorders (ASD) are attending classes in regular preschools more often. Given that intervention must be made the more intense and early as possible, the preschool teacher has a preponderant role in this intervention. The aim of this study is to identify the functions and practices of preschool teachers in their daily activities with children suffering from ASD in groups of regular education, and to understand: their main concerns and difficulties in their work with children with ASD, the adequacy of curricula planning for children with ASD, and the participation of children with ASD in activities and group daily tasks. This study, with an exploratory approach, has focused on three preschool groups of the same school grouping which included children with ASD. For data collection we used interviews and direct observation in preschool classrooms. We concluded that preschool teachers have many difficulties on their work with ASD children not only, and mainly, due to the specific problems of the disorder, but also due to the lack of human resources. There is great concern about the uncertainties of the future of these children, and also about the effects this inclusion may have on other children. Other concerns refer to little teamwork between teaching professionals, and inadequate assessment. The adequacy of some activities leads to a permanent attempt to include children with ASD in routines and group activities and to promote interaction between all the children.
Descrição: Dissertação apresentada à Escola Superior de Educação de Lisboa para obtenção do grau de Mestre em Educação - Especialização em Educação Especial
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/3135
Aparece nas colecções:ESELx - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Práticas curriculares em jardim de infância.pdf1,33 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.