Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/3085
Título: A iluminação cénica em Portugal na segunda metade da século XX : dissertação
Autor: Cruz, Fernando Miguel Rodrigues Monteiro Nunes da
Orientador: Vasques, Eugénia
Palavras-chave: Teatro
Iluminação
Iluminador
Desenho de luz
Electricista
Data de Defesa: Mai-2012
Editora: IPL : Escola Superior de Teatro e Cinema
Resumo: A figura do iluminador (lighting designer) surge nesta dissertação como ponto de partida para um esboço de estudo acerca do autor do desenho de luz no espectáculo teatral em Portugal. Baseámo-nos num dos mais conceituados iluminadores (lighting designer) portugueses, Orlando Worm, para pesquisarmos o que o próprio trouxe aos novos designers de luz que continuam a percorrer um longo e, por vezes, solitário caminho nesta arte criativa. Considerámos para tal tecnologias criadas entre as décadas de 30 a 70 por alguns dos maiores nomes ligados à matéria: Stanley McCandless, Frederick Bentham, Richard Pilbrow e Francis Reid. Estes autores servem-nos como ponto de partida para depois indagarmos se a partir da década de 80 se utiliza algum destes métodos. Ao reflectir acerca destas tecnologias e da própria experiência de Orlando Worm, pretende-se concluir que o trabalho de desenho de luz é, de facto, um trabalho criativo e artístico, na medida em que a figura do iluminador (lighting designer) tem, ou deve ter, um contributo activo no processo teatral.
ABSTRACT: The lighting designer emerges as a starting point for a study about the author of theatre lighting design in Portugal. We rely on one of the most renowned Portuguese lighting designers, Orlando Worm, to inquire what he has brought himself to the new designers who walk a long and sometimes lonely path in this creative art. We looked for technologies created between the 30s and 70s by some of the most relevant names linked to the matter: Stanley McCandless, Frederick Bentham, Richard Pilbrow and Francis Reid. These authors are cited here as a starting point to trying to understand if from the 80s until today we are still using some of their methodologies. In thinking about these technologies and Orlando Worm’s experience, we intend to conclude that the work of lighting design is, in fact, a creative and artistic work, as the lighting designer has, or should have, an active contribution in the theatrical process.
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/3085
Aparece nas colecções:ESTC - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação Final MIGUEL CRUZ.pdftese1,19 MBAdobe PDFVer/Abrir
Entrevista Daniel Worm excerto.wavConversa Daniel Worm69,64 MBWAVVer/Abrir
Entrevista Manecas 7Maio excerto.wavConversa parte 1 Manecas64,52 MBWAVVer/Abrir
Entrevista Manecas 11Maio excerto.wavConversa parte 2 Manecas16,91 MBWAVVer/Abrir
Entrevista Orlando Worm excerto.wavConversa Orlando Worm87,05 MBWAVVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.