Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/3025
Título: A comunicação online das organizações culturais. A utilização de novas ferramentas pelas companhias de teatro de Lisboa e Vale do Tejo de 2000 a 2013
Autor: Azevedo, Pedro Miguel Henriques
Orientador: Jürgens, Stephan
Centeno, Maria João Anastácio
Palavras-chave: Ferramentas
Comunicação
Online
Companhias
Teatro
Data de Defesa: Out-2013
Editora: Escola Superior de Teatro e Cinema
Resumo: Nos dias de hoje, ferramentas como o Facebook, o Twitter e o YouTube fazem parte do quotidiano. Desde o recente virar do século até ao presente, a sociedade transformou-se. Usamos cada vez mais a Internet. Nela pesquisamos informação e partilhamos conteúdos, sejam eles textos, fotos ou vídeos. As novas ferramentas de comunicação online trouxeram uma maior interatividade entre aquele que emite uma mensagem e aquele que a recebe. Nesta investigação procura-se analisar quais e como é que as novas ferramentas de comunicação online são utilizadas pelas organizações culturais, nomeadamente, pelas companhias de teatro de Lisboa e Vale do Tejo, entre 2000 e 2013. Ao longo do enquadramento teórico são abordadas questões como a comunicação das organizações, a comunicação online das mesmas, a utilização das novas ferramentas online por parte de companhias de teatro e o que são considerados sites, media sociais e redes sociais. Entre várias referências, serão citados Grunig e Hunt (1984) que apresentam o modelo de comunicação de dois sentidos simétricos, assim como Phillips e Young (2009) que abordam as diferentes ferramentas de comunicação online. São ainda apresentados estudos relativos à utilização destas ferramentas por parte das organizações artísticas, elaborados pela MTM London (2009) e pelo Australia Council for the Arts (2011). A presente investigação tem por base a observação e acompanhamento das ferramentas de comunicação online utilizadas pelas companhias de teatro, inquéritos aos produtores dessas companhias e entrevistas a alguns dos seus diretores. Com este trabalho pretende-se verificar que ferramentas estão a ser utilizadas pelas companhias, com que regularidade, quem nas companhias gere essas ferramentas, quais as vantagens percecionadas, entre outros aspetos.
Abstract: Nowadays, tools as Facebook, Twitter and YouTube are part of everyday life. Since the recent turn of the century up to the present, society has changed. We are increasingly using the Internet, where we search for information and share content, whether it’s text, photos or videos. The new online communication tools have brought greater interactivity between those who send a message and those who receive it. This research aims at analysing which new online communication tools are used in what ways by cultural organizations, namely by theatre companies from Lisbon and Tagus Valley between 2000 and 2013. Throughout the theoretical framework issues like the following are addressed: organisational communication, online communication, the use of new online tools by theatre companies, and what in particular is considered (sites, social media and social networks). Among several references Grunig and Hunt (1984) are cited, who present the two-way symmetrical model of communication; and Phillips and Young (2009), who talk about the different online communication tools. Furthermore, studies by MTM London (2009) and the Australia Council for the Arts (2011) are presented that discuss the use of these tools by arts organisations. This research is based on the observation and monitoring of online communication tools used by (selected) theatre companies, surveys answered by their producers, and interviews with some of their directors. Therefore, we intend to verify what tools are being used by the companies, how often they are used, who manages the tools inside the companies, and what advantages are perceived, among other things.
Peer review: no
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/3025
Aparece nas colecções:ESTC - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
dissertacao_mest_p_azevedo_2013_estc.pdf8,99 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.