Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/2974
Título: A comunicação nos Hospitais Públicos Portugueses: uma questão de excelência
Autor: Bessa, Sandra Cristina de Almeida
Orientador: Eiró-Gomes, Mafalda
Palavras-chave: Relações Publicas
Comunicação organizacional
Instituições de saúde pública
Data de Defesa: 2009
Resumo: Os Hospitais são organizações extraordinariamente complicadas, representando uma das formas mais complexas de organização humana. Desempenham, igualmente, um papel inquestionável e essencial para a sociedade – a prestação dos cuidados de saúde, mas também a promoção, prevenção e protecção da mesma. Ao contrário do que se pensa, a compreensão da necessidade de desenvolvimento de departamentos de comunicação organizacional no seio das instituições de saúde públicas não é só uma realidade nos países anglo-saxónicos. Na realidade um pouco por toda a Europa a consciencialização sobre o valor intrínseco da comunicação organizacional e institucional para o melhor desempenho das unidades de saúde é já uma questão de facto ao contrário do que parece continuar a acontecer em Portugal. Esta investigação tem como objectivo por um lado a caracterização das estruturas de comunicação existentes nos hospitais públicos portugueses e por outro lado, evidenciar as áreas que são mais privilegiadas por estas estruturas. É importante num momento de mudança em termos de políticas públicas de saúde, a clarificação do papel dos departamentos de comunicação no seio das unidades hospitalares colocando-os enquanto órgãos estratégicos no desenvolvimento e na prossecução dos objectivos das instituições.
Hospitals are extremely multifaceted organizations, representing one of the more complex forms of human organizations. They have also an unquestionable and essential role to society - the provision of health care, but also the promotion, prevention and protection of it. Contrary to popular belief, understanding the need for the development of organizational communication departments within public health institutions is not only a reality in the Anglo-Saxon countries. In fact a bit around Europe awareness about the intrinsic value of organizational communication and institutional framework for the performance of health facilities is already a matter of fact contrary to what still seems to happen in Portugal. This research aims to offer on one hand, the characterization of the communication structures existing in Portuguese public hospitals as well as to highlight the most privileged areas in Public Relations by those departments. It is important at a time of change in terms of public health policies, to clarify the role of communication departments within the hospital environment by placing them as strategic bodies in the development and achievement of the objectives of the institutions.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/2974
Aparece nas colecções:ESCS - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM_SBESSA.pdf786,26 kBAdobe PDFVer/Abrir
anexo_DM_SBESSA.pdf480,09 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.