Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/2943
Título: Trajectórias de profissionalidade e ciclo de vida profissional: um contributo para o conhecimento dos professores de educação especial
Autor: Faustino, Isabel Maria Lopes Ribeiro
Orientador: Serra, Fernando
Palavras-chave: Professor de educação especial
Carreira
Ciclo de vida profissional
Identidade profissional
Special education teacher
Career
Professional life cycle
Professional identity
Data de Defesa: Mai-2011
Citação: Faustino, I. M. L. R.Trajectórias de profissionalidade e ciclo de vida profissional: um contributo para o conhecimento dos professores de educação especial [Dissertation]. Escola Superior de Educação de Lisboa/Instituto Politécnico de Lisboa; 2011.
Resumo: Esta investigação insere-se na temática do ciclo de vida e desenvolvimento profissional. Visa estudar as trajectórias de profissionalidade de seis professoras de educação especial através da identificação e caracterização das diferentes fases do seu ciclo de vida profissional e, em simultâneo, apreender alguns traços da sua identidade profissional. Trata-se de um estudo exploratório enquadrado no paradigma de investigação qualitativa. Como suporte de recolha de dados aproximámo-nos da metodologia adoptada na abordagem biográfica, ou das histórias de vida, através da realização de entrevistas abertas, semi-estruturadas em torno de tópicos previamente definidos. Para balizarmos e caracterizarmos as fases do ciclo de vida profissional baseámo-nos no modelo proposto por Huberman (1989). Detivemo-nos sobre a análise dos acontecimentos que marcaram a trajectória profissional de cada uma das entrevistadas (factores circunstanciais ou de contexto), a sua cronologia e a forma como reagiram às situações (factores pessoais: sentimentos e atitudes). Considerando o conteúdo e a natureza dos seus discursos verificámos que a sucessão de fases da sua trajectória profissional acontece ao longo do tempo e é fruto de factores pessoais mas, sobretudo, da influência dos vários contextos envolventes e das mudanças que neles ocorrem, sendo a forma de sentir e viver a profissão grandemente condicionada por factores causais externos. As várias fases sucedem-se, mas nem todos os indivíduos palmilham o mesmo percurso, nem permanecem em cada uma por igual período de tempo. Constatámos ainda que a identidade profissional é uma construção progressiva no espaço e no tempo que atravessa toda a trajectória do ciclo de vida profissional, desde a fase da escolha da profissão, passando pelo tempo de formação inicial e pelos vários contextos e espaços institucionais onde a profissão foi exercida. Na generalidade, as entrevistadas demonstram percepções bastante positivas acerca de si, independentemente da fase do ciclo de vida profissional em que se encontram. Olham-se como profissionais capazes, seguras, que desempenham as suas funções com qualidade. Consideram que, no seu dia-a-dia profissional, dão o “melhor de si” atribuindo os sentimentos de crise e mal-estar docente a factores causais externos, tal como, o contexto das políticas educativas.
ABSTRACT This research is part of the thematic cycle of life and professional development. Aims to study the trajectories of professionalism of six special education teachers, through the identification and characterization of the different stages of their life cycle and simultaneously grasp some features of their professional identity. It is an exploratory study framed the paradigm of qualitative research. To support data collection methodology in approaching the biographical approach adopted, or stories of life, by conducting open interviews, semi-structured around topics previously defined. To mark and characterize the phases of the cycle of life we rely on the model proposed by Huberman (1989). We stopped on the analysis of events that marked the career path of each of the respondents (circumstantial or contextual factors), their timing, and how they reacted to situations (personal factors: feelings and attitudes). Considering the nature and content of their speeches, we found that the succession of stages of their professional trajectory happens over time and is the result of personal factors, but especially the influence of the various contexts surrounding and the changes that occur in them, and the way to feel and live the profession largely conditioned by external causal factors. The various phases come and go, but not all individuals have walked the same route or stay on each one for an equal period of time. Also found that professional identity is a progressive construction in space and time that goes through the entire trajectory of the life cycle, from the stage of career, passing the time of formation and the various contexts and institutional spaces where the profession was exercised. In general, the interviewees show very positive perceptions about themselves, regardless of cycle phase of life where they are. They look as capable professionals, secure, who perform their duties with quality. Consider that in their day-to-day training gives the "best", attributing the feelings of crisis and malaise teacher to external causal factors, such as the context of educational policies.
Descrição: Dissertação apresentada à Escola Superior de Educação de Lisboa para obtenção de grau de mestre em Ciências da Educação - Especialidade Educação Especial
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/2943
Aparece nas colecções:ESELx - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Trajectórias de profissionalidade e ciclo de vida profissional.pdf2,08 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.